Dana White rebate críticas sobre salários de lutadores e revela ‘acordo de confidencialidade’ sobre as bolsas pagas

O mandatário se defendeu das acusações e afirmou que os atletas pedem para não revelar o valor total recebido da empresa

D. White defendeu a sua organização das críticas (Foto: Reprodução/Youtube)

Com a crescente insatisfação dos atletas sobre os salários pagos pelo UFC, Dana White saiu em defesa da sua organização. O mandatário afirmou que o valor completo que os atletas recebem não é divulgado e acusou os seus funcionários de pedirem uma ‘acordo de confidencialidade’ para não revelarem o quanto realmente recebem da empresa. A declaração foi dada após o ‘Contender Series’ da última terça (5).

PUBLICIDADE:

LEIA MAIS: #STORIES – Conheça as trajetórias de Mackenzie Dern e Marina Rodriguez, que fazem a luta principal do UFC Las Vegas 39

Veja Também

“A maioria desses caras querem o que é chamado de LOA (‘carta de acordo’), onde vocês não conseguem ver quanto eles recebem. A maioria dos lutadores querem uma LOA. Eles não querem que as pessoas saibam quanto eles ganham e você pode imaginar o motivo. As pessoas começam a sair do nada procurando por dinheiro quando elas acham que você tem”, afirmou o chefão.

PUBLICIDADE:

Os salários pagos pelo Ultimate tem sido alvo constante de críticas nos últimos meses. Nomes como Jon Jones, Francis Ngannou, Jake Paul, Jorge Masvidal e até Cris Cyborg já se manifestaram contra as bolsas que o UFC oferece aos seus atletas.

Podcast #39: Prévia de Aldo, Charles e Amanda + 14 anos de SUPER LUTAS