Kevin Lee é suspenso temporariamente por uso de doping e alega tratamento para ansiedade

Norte-americano admitiu uso de adderall - indicado para tratamento do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) - e pediu desculpas aos fãs e aos ‘chefes’ do Ultimate

K. Lee é suspenso temporariamente por uso de adderall. Foto: Reprodução/Instagram @motownphenom

O meio-médio (até 77kg.) Kevin Lee testou positivo para uso de adderall – estimulante do sistema nervoso central, indicado para tratamento do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) após combate contra Daniel Rodriguez, em agosto deste ano, e foi suspenso temporariamente pela Comissão Atlética de Nevada (NAC).

PUBLICIDADE:

Veja Também

Em desabafo sincero nas redes sociais, Lee afirmou que faz uso do medicamento para tratar de sua ansiedade e TDAH e justificou o teste positivo.

“Eu testei acima do limite permitido pela Comissão Atlética do Estado de Nevada (USADA) na minha luta mais recente. Em 2018, fui diagnosticado com TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade) adulto, isso sempre me afetou. Não descobri um tratamento real para o diagnóstico até 2020, quando estava me recuperando de minhas cirurgias duplas no joelho. Um médico me prescreveu Adderall para melhorar minha saúde mental”, escreveu Lee.

PUBLICIDADE:

Ainda na publicação, Kevin revela que chegou a informar à USADA (Agência Antidoping dos Estados Unidos) sobre o uso, mas não comunicou à Comissão Atlética de Nevada (NAC). Ele também fez questão de pedir desculpas aos fãs e ao Ultimate.

“Eu disse aos representantes da USADA, mas não solicitei a Isenção de Uso Terapêutico do NSAC antes da minha última luta. Por isso, eu realmente peço desculpas ao UFC, à comissão, ao meu oponente, Dana White, aos matchmakers e aos fãs. Nunca foi minha intenção obter uma vantagem atlética. Foi uma tentativa de superar a severa ansiedade que sofro silenciosamente todos os dias. Estou cooperando ativamente com a Comissão Atlética de Nevada e espero chegar a um acordo sobre uma sanção. Vou usar esse tempo para curar e voltar mais forte. Desculpem a falta de profissionalismo que levou a essa decepção, voltarei”, finalizou o atleta.

PUBLICIDADE:

Considerado uma das maiores promessas do Ultimate no passado, Kevin Lee ainda chegou a emplacar uma sequência de nove vitórias em dez lutas, sendo cinco seguidas. Ele, inclusive, chegou a disputar o título dos leves (até 70,3kg.) contra Tony Ferguson, mas foi derrotado e, desde então, teve seis lutas – dois triunfos e quatro reveses.

PUBLICIDADE:

Podcast #39: Prévia de Aldo, Charles e Amanda + 14 anos de SUPER LUTAS