Lutador afegão finaliza oponente que o chamou de ‘terrorista’ e garante contrato com o UFC

Após ser ofendido na pesagem, Javid Basharat resolveu a questão no octógono finalizando Oron Kahlon e impressionando Dana White

J. Basharad finalizou O. Kahlon e ganhou um contrato com o UFC (Foto: Instagram/UFC)

Na noite da última terça-feira (26), o UFC promoveu mais um episódio do Dana White Contender Series, série que serve como porta de entrada aos lutadores para o Ultimate. Um dos grandes destaques da noite ficou por conta de Javid Basharat. O peso galo afegão dominou e finalizou o israelense Oron Kahlon, que havia o chamado de “terrorista” um dia antes.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Na pesagem oficial do evento, os dois atletas tiveram uma discussão durante a encarada. De acordo com Basharat, a confusão começou após Kahlon não bater o peso combinado. Enquanto posavam para as fotos oficiais, Basharat foi chamado de “terrorista” pelo oponente e prometeu dar a resposta no octógono.

Prometeu e cumpriu. Javid Basharat foi superior durante toda a luta e conseguiu a vitória por finalização através de uma guilhotina no terceiro assalto. De quebra, o afegão impressionou Dana White e ganhou um contrato com o UFC.

PUBLICIDADE:

Aos 26 anos, Javid Basharat tem agora um cartel invicto com 11 vitórias, sendo seis por finalização e cinco por nocaute. Já Oron Kahlon perdeu, além da luta, a invencibilidade na carreira e provavelmente a única chance de entrar no Ultimate. Aos 40 anos de idade, o israelense tem agora um cartel com 12 vitórias e uma derrota.

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?