Fora da disputa com Aldo, Pettis pede chance contra Ben Henderson no UFC 164

A vaga pretendida pelo norte-americano, porém, é hoje ocupada pelo canadense T.J. Grant

A. Pettis (foto) quer um novo combate contra B. Henderson, a quem derrotou no WEC. Foto: Josh Hedges/UFC

A. Pettis (foto) quer um novo combate contra B. Henderson, a quem derrotou no WEC. Foto: Josh Hedges/UFC

Após se lesionar e ser cortado do duelo contra José Aldo no UFC Rio 4, Anthony Pettis, que desceria para a divisão dos penas para enfrentar o brasileiro, pediu uma nova chance em sua categoria original, os pesos leves. O norte-americano quer encarar o campeão Ben Henderson na edição 164 do Ultimate, no dia 31 de agosto. Para tanto, Pettis quer a vaga de desafiante, hoje ocupada por T.J. Grant.

“Posso estar 100% para enfrentar Ben Henderson em Milwaukee. Com todo respeito ao TJ Grant, Milwaukee é minha cidade, e a luta contra Ben é a que todos querem ver há anos”, disse o lutador, que é natural da cidade que vai ser palco do evento, ao programa “UFC Tonight” – do canal a cabo norte-americano FUEL TV.

LEIA MAIS: Lutadores do UFC acreditam em vitória de Weidman sobre Anderson Silva

Ao falar sobre a ansiedade pelo confronto contra Bendo, Anthony Pettis se refere ao fato de que uma nova luta entre os dois seria a revanche de um dos combates mais quentes do WEC. A luta, vencida por Pettis, que se sagrou o último campeão da extinta organização, se tornou um clássico do MMA. Isso por causa de um golpe aplicado por “Showtime”, que caminhou pela tela do cage antes de acertar um chute alto em Henderson.

Apesar do desejo, Pettis não deve ter o pedido atendido pelo Ultimate. O próprio presidente da organização Dana White afirmou que não levará em conta a opinião do fisioterapeuta do atleta, que afirmou que ele voltaria em até três semanas. Segundo White, em conversa com jornalistas no Canadá, segue sendo considerado válido o primeiro diagnóstico, que apontou seis semanas para a recuperação.

VEJA TAMBÉM: Dana White defende Vitor Belfort em polêmica sobre TRT

Anthony Pettis enfrentaria José Aldo na luta principal do UFC Rio 4, no dia 3 de agosto, mas acabou machucando o joelho nos treinamentos e foi substituído pelo “Zumbi Coreano” Jung Chan-Sung. Apesar do corte, “Showtime” segue com moral na organização e deve disputar um título em sua próxima luta, conforme demonstrou Dana White ao falar sobre o futuro do atleta. “Ele (Pettis) poderia fazer os dois, enfrentar Aldo ou o vencedor de Ben Henderson vs. T.J. Grant”, revelou o dirigente.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments