Ex-UFC Paul Kelly é sentenciado a treze anos de prisão

Britânico foi declarado culpado de ser o mentor de esquema de tráfico de heroína

Paul Kelly atrás de uma grade na academia Wolfslair: ele terá que se acostumar com a situação. Foto: Liverpoolecho.co.uk

Paul Kelly atrás de uma grade na academia Wolfslair: ele terá que se acostumar com a situação. Foto: Liverpoolecho.co.uk

O ex-peso leve e meio-médio do UFC Paul Kelly já sabe onde vai passar os próximos anos. O lutador inglês foi sentenciado pelo Tribunal da Coroa de Liverpool a cumprir pena de treze anos de prisão por ser o mentor de uma quadrilha de tráfico de heroína.

No julgamento, realizado em maio, o Ministério Público convenceu os jurados que o trabalho de Kelly equivale ao de um grande traficante de drogas, trabalhando com seu melhor amigo de infância para transportar heroína usando mensageiros. A sentença saiu no final da semana passada.

Durante as investigações sobre Kelly e seu amigo Christopher St John McGirr, a polícia encontrou com um dos mensageiros 100 mil libras esterlinas (cerca de 340 mil reais) de heroína pura escondida debaixo do banco do carro. Já Paul Rogers, outro amigo de infância de Kelly, foi pego com uma quantidade equivalente a 10 mil libras. Tanto McGirr quanto Rogers vão encarar onze anos atrás das grades.

O juiz Mark Brown foi duro com o ex-lutador. “Na minha opinião, você decidiu fornecer drogas de classe A quando seu contrato com o UFC foi encerrado. Você obviamente gostava da vida de alto luxo e viu na venda de heroína uma maneira fácil de ganhar dinheiro”.

Kelly será encaminhado à cadeia ostentando cartel profissional de 14-5 no MMA, sendo 5-4 no UFC. Ele conquistou dois bônus de luta da noite, o segundo exatamente em sua última luta na organização, a derrota para Donald Cerrone no UFC 126.

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments