Após ser elogiado por Kamaru Usman, Colby Covington volta a atacar rival: ‘trapaceiro covarde’

O norte-americano respondeu de maneira nada amigável aos elogios feitos pelo rival após a segunda luta entre os dois

C. Covington em coletiva de imprensa após o UFC 268 (Foto: Reprodução/Youtube)

Na madrugada do último sábado (6) para domingo (7), Kamaru Usman derrotou Colby Covington por decisão unânime dos juízes na luta principal do UFC 268 e defendeu pela quinta vez o cinturão meio-médio (até 77 kg) da organização.

PUBLICIDADE:

Veja Também

K. Usman e R. Namajunas UFC 268

A guerra de cinco rounds protagonizada pelos rivais pode ter amenizado os ânimos por parte de Kamaru Usman, que chegou a elogiar Covington após o duelo. A recíproca, no entanto, não é verdadeira.

Em coletiva de imprensa realizada após a luta, Covington respondeu de forma nada amigável ao elogio do nigeriano, que momentos antes havia afirmado que “todo Muhammad Ali precisa de um Joe Frazier”.

PUBLICIDADE:

“Definitivamente não foi um elogio. Ele é um covarde trapaceiro, não tenho nenhum respeito por esse cara. Ele é obviamente um trapaceiro, já trapaceou em várias lutas. Hoje ele estava segurando minha luva contra a grade. No primeiro round tentei uma queda e ele me deu dois golpes na nuca. Acho o Dan Miragliotta um dos três melhores árbitros do mundo, mas eu o avisei antes da luta para não deixar esse cara bater na minha nuca, mas ele bateu. Você nunca vai me ver trapaceando ou tentando trapacear. É injusto, mas sinto que fiz meu trabalho e prometo que não foi a última vez que ele me viu”, disparou Covington.

Primeiro colocado no ranking dos meio-médios, Colby Covington tem agora duas derrotas nas últimas três lutas, ambas para o campeão Kamaru Usman. A última vez em que o norte-americano perdeu para outro adversário foi em 2015, quando foi finalizado pelo brasileiro Warlley Alves.

PUBLICIDADE:

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?