Anderson Silva não confirma se cumpre contrato de dez lutas com o UFC

Brasileiro também reforçou o desejo de enfrentar o pugilista Roy Jones Jr.

A. Silva (foto) assinou recentemente um longo vínculo com o Ultimate. Foto: Josh Hedges/UFC

A. Silva (foto) assinou recentemente um longo vínculo com o Ultimate. Foto: Josh Hedges/UFC

O campeão Anderson Silva surpreendeu fãs e imprensa especializada ao renovar seu contrato com o UFC por mais dez lutas – o que, considerando a média de combates por ano do Spider, faria com ele atuasse pela organização até 44 anos. Mas nem mesmo o atleta parece tão seguro se será capaz de cumprir o acordo firmado há alguns meses, como revelou na conferência de imprensa do UFC 162.

“Tudo é possível, mas realmente vai depender da minha vontade e desejo de ainda estar lutando. Eu tenho um monte de outras coisas que quero fazer, uma série de outros desejos, e um deles é a luta contra Roy Jones (Jr.), mas temos que esperar e ver como as coisas vão acontecer nas próximas lutas e como eu me sinto”, disse o Spider.

Chamou a atenção na fala de Anderson o trecho em que o campeão reforçou o desejo de enfrentar o pugilista Roy Jones Jr. Há menos de um mês, o brasileiro comentou sobre um possível encontro com o boxeador, um dos principais nomes da história recente da nobre arte, ao dizer que preferia um combate contra Roy Jones a lutar contra Jon Jones ou Georges St. Pierre.

Anderson Silva volta ao octógono no próximo dia 6 de julho, no MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas (EUA). O brasileiro defende, pela décima primeira vez consecutiva, o título dos pesos médios do Ultimate contra o invicto norte-americano Chris Weidman. O duelo é a luta principal do UFC 162.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
heraldo vieira de farias
heraldo vieira de farias
7 anos atrás

Anderson Silva não confirma se cumprirá o contrato de dez lutas porque sabe que dificilmente vencerá Cris Weidman,afinal,Cris Weidman é o favorito para vencer e encerrar a carreira de Anderson Silva.