Com duas derrotas seguidas, Darren Till revela apoio do UFC e cita possível próximo adversário

O lutador dos médios contou que a organização tem o apoiado nesse momento difícil da sua carreira e conta sobre o interesse em duelo contra Sean Strickland

D. Till vem em fase complicada na carreira Foto: Instagram

Vindo de duas derrotas seguidas, o peso médio (até 83,9kg) Darren Till mostrou serenidade diante do momento adverso. O lutador inglês revelou que o UFC tem o apoiado nessa fase difícil, lembrou que os seus reveses foram para adversários de alto nível e citou o seu possível próximo oponente. A declaração foi dada em entrevista ao podcast ‘Believe You Me‘.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“É assim que o jogo funciona. O UFC disse que está comigo, que sabe do meu potencial e que gosta de mim, porque estou sempre disponível para lutar contra qualquer um, a qualquer momento. Sou um homem da empresa. O UFC me deu algumas opções. Uma luta que gostei muito foi contra (Sean) Strickland. Eles ofereceram a luta para ele também. Na verdade, o vi algumas vezes durante os eventos e disse para ele que se quiser a luta em algum momento, podemos fazer. Acho que ele é um bom lutador e essa seria uma boa luta. Ainda estou lutando com os melhores”, afirmou Till.

O lutador inglês afirmou não estar abalado com a sequência negativa e lembrou o alto gabarito dos adversários que o derrotaram.

PUBLICIDADE:

“Eu estou bem. As perdas fazem parte da vida e você tem que assumir as perdas. Sem desrespeito, foi uma derrota difícil.  (Derek) Brunson foi o melhor homem naquela noite, mas foi uma derrota difícil. Sei que posso vencer essa luta facilmente no meu melhor dia. Sei que parece tão clichê, mas o que não te mata, te torna mais forte e todas essas coisas estão permitindo algo melhor para mim. Eu gosto das dificuldades e este é outro contratempo, mas não quero ter outro na minha carreira no MMA. Sei que meu futuro parece muito brilhante. Contra Whittaker, perdi a luta em uma queda e na minha opinião ele é o melhor peso médio ou um dos melhores. Sei onde estou e as pessoas sabem onde estou”, finalizou o ‘Gorilla’.

Número oito da divisão liderada por Israel Adesanya, Darren Till não vence um combate desde novembro de 2019, quando derrotou Kelvin Gastelum por decisão dividida. O combatente possui um cartel de 18 triunfos, quatro reveses e um empate.

PUBLICIDADE:

Podcast #39: Prévia de Aldo, Charles e Amanda + 14 anos de SUPER LUTAS