Às do jiu-jitsu, Rani Yahya visualiza luta técnica no sábado e avisa que pode surpreender no confronto em pé

Adversário de Kyung Ho Kang no UFC Las Vegas 43, brasileiro analisa desafio deste sábado

R. Yahya em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Buscando ampliar o bom momento no Ultimate, Rani Yahya sabe que não terá vida fácil em seu próximo compromisso. Neste sábado (20), o brasileiro retorna ao octógono, recuperado da Covid-19, e encara Kyung Ho Kang, em uma das principais lutas do UFC Las Vegas 43. Às no jiu-jitsu, o combatente analisou o confronto e a expectativa é de um desafio marcado pela técnica.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“O octógono do (UFC) Apex é menor, nós dois gostamos da luta agarrada e tem uma tendência muito forte de esta luta ir para o chão. Estou muito preparado para isso e também para caso a luta se desenrole em pé, eu nocauteá-lo”, em entrevista ao ‘Combate’.

Famoso por seu jiu-jitsu, que já rendeu ao brasileiro 21 vitórias na via rápida em 27 triunfos em sua carreira como profissional no MMA, Yahya ainda afirmou que pode surpreender no fim de semana. Segundo o brasileiro, Kyung pode levar a pior, caso menospreze a trocação do tupiniquim.

PUBLICIDADE:

“Por eu ter ganho notoriedade pelo jogo de chão, o pessoal acredita que eu não tenha muitas habilidades na luta em pé, mas eu tenho bastante luta em pé. Já competi e já nocauteei tanto no Muay Thai, quanto no boxe amador, e, aqui no UFC, eu acabo sempre surpreendendo meus oponentes na luta em pé. Estou pronto para fazer isso de novo no sábado”, encerrou.

No UFC Las Vegas 43, Rani, que compete no peso galo (até 61,2kg.), chegará à sua 40ª apresentação nas artes marciais mistas. O brasileiro soma 27 vitórias, 10 derrotas, um empate e dois desafios ‘sem resultado’.

PUBLICIDADE:

Aos 37, Kyung Ho Kang se encaminha para o 27º compromisso na modalidade. O lutador tem 17 resultados positivos, 10 negativos e um ‘no contest’.

PUBLICIDADE:

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?