Ex-UFC e PRIDE, Gilbert Yvel anuncia aposentadoria

Holandês que já encarou Vitor Belfort, Wanderlei Silva e Junior Cigano se aposentou aos 37 anos

G. Yvel (foto) venceu suas duas últimas lutas como profissional. Foto: Josh Hedges/UFC

G. Yvel (foto) venceu suas duas últimas lutas como profissional. Foto: Josh Hedges/UFC

Após 16 anos, chegou ao fim a trajetória do holandês Gilbert Yvel no MMA. O atleta de 37 anos, que fez carreira nas duas divisões de maior peso do MMA, fez o anúncio de sua aposentadoria ao site alemão GNP-TV.

Yvel possui um vasto cartel – com 38 vitórias, 16 derrotas, um empate e uma luta sem resultado. Entre suas vitórias mais importantes, estão os triunfos sobre o brasileiro Pedro Rizzo, o francês Cheick Kongo e o compatriota Valentijn Overeem – irmão de Alistair Overeem.

Porém, foram três combates contra campeões brasileiros que tornaram o “Hurricane” mais conhecido entre o público do país: a derrota em 200 para Vitor Belfort no PRIDE 9; o confronto sem resultado diante de Wanderlei Silva no fim do mesmo ano após ter sofrido um chute na virilha com poucos segundos de luta; e o implacável nocaute para Junior dos Santos já em 2010, em uma sequência espetacular de socos de Cigano.

Mesmo com o retrospecto irregular, Gilbert Yvel encerra sua carreira com duas vitórias em suas últimas lutas. Atuando pelo Ressurrection Fighting Alliance, o RFA, Yvel bateu Damian Dantibo em dezembro de 2011 e o também veterano do Ultimate Houston Alexander em março do ano passado.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments