Ex-campeã do UFC, Holly Holm é indicada ao Hall da Fama do boxe

Antes de migrar para o MMA, a norte-americana foi campeã mundial de três divisões na nobre arte

H. Holm ficará eternizada no Hall da Fama do boxe. Foto: Reprodução/Instagram

Na última terça-feira (7), Holly Holm foi indicada à classe de 2022 do Hall da Fama Internacional do Boxe. A ex-campeã peso galo (até 61,2 kg) do UFC se junta a nomes como Roy Jones Jr., Miguel Cotto e Regina Halmich.

PUBLICIDADE:

Veja Também

A nomeação ao Hall da Fama da nobre arte foi celebrada por Holly Holm através de uma publicação em seu perfil oficial no Instagram.

“Tenho certeza que vou ter mais o que falar mais para frente, já que estou um pouco sem palavras. Estou sinceramente honrada por ser reconhecida ao lado dos grandes do boxe. Eu não poderia ir atrás de meus sonhos sem um um sistema de suporte tão forte. Dos meus treinadores, família, amigos, empresários, colegas e fãs. Sou eternamente grata e também ainda mais motivada a alcançar ainda mais em minha vida. Amo esportes de combate e eles sempre serão parte de quem eu sou. Está no meu sangue e eu amo! Do fundo do meu coração, obrigada!”, escreveu Holm.

PUBLICIDADE:

Antes de migrar para o MMA, Holly Holm foi campeã mundial de três divisões, com um cartel de 33 vitórias, duas derrotas e três empates na nobre arte. A última luta de Holm na modalidade foi em 2013, quando derrotou Mary McGee por decisão unânime e defendeu seus três cinturões mundiais.

No MMA, Holly Holm repetiu, em partes, o sucesso dos ringues, vencendo as dez primeiras lutas da carreira e conquistando o cinturão peso galo do UFC com um nocaute sobre Ronda Rousey. Depois disso, Holm acabou sendo destronada por Miesha Tate e perdendo as duas disputas de cinturão seguintes, contra Germaine de Randamie e Cris Cyborg, ambas na divisão peso pena (até 65,7 kg).

PUBLICIDADE:

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico