Priscila Pedrita é finalizada por Gillian Robertson na abertura do card preliminar do UFC 269

Primeira representante brasileira no evento, a carioca não foi páreo para o jogo de solo da canadense e perdeu ainda no primeiro round

G. Robertson finalizou P. Pedrita na abertura do UFC 269 (Foto: Instagram/UFC)

Primeira dos oito representantes brasileiros no card do UFC 269, Priscila Pedrita levou a pior na abertura do card preliminar. A carioca foi finalizada por Gillian Robertson ainda no primeiro assalto.

PUBLICIDADE:

Veja Também

A derrota deste sábado (11) interrompe a boa fase de Pedrita na organização. A atleta brasileira vinha de duas vitórias por nocaute consecutivas.

Gillian Robertson, por outro lado, volta a vencer após dois resultados ruins. A canadense da American Top Team tem agora sete vitórias no Ultimate.

PUBLICIDADE:

A LUTA

O início da luta foi promissor para Priscila Pedrita. A brasileira conseguiu conectar bons golpes em pé e frustrou as primeiras entradas de queda de Gillian Robertson, que deixou claro que entrou no octógono para botar a luta para baixo. E após certa insistência, o objetivo foi cumprido. No solo, a luta mudou completamente, com a canadense mostrando muita superioridade, conseguindo transições até chegar à montada. Estabilizada, Robertson puniu a Pedrita com socos e cotoveladas de cima para baixo. Quando parecia que a brasileira conseguiria levantar, Robertson foi esperta e encaixo um mata-leão, forçando os três tapinhas de Pedrita no último segundo do primeiro assalto.

Tony Kelley supera Randy Costa por nocaute técnico

T. Kelley superou R. Costa no UFC 269 (Foto: Instagram/UFC)

PUBLICIDADE:

Na segunda luta da noite, Tony Kelley levou a melhor sobre Randy Costa e saiu com a vitória por nocaute técnico no segundo assalto. Após primeiro round equilibrado, o atleta da Team Alpha Male achou uma boa joelhada na linha de cintura que abriu caminho para a vitória no ground and pound.

PUBLICIDADE:

A vitória foi a segunda consecutiva de Tony Kelley na organização. O atleta de 34 anos havia estreado com derrota para Kai Kamaka em agosto de 2020, mas não perde desde então.

Randy Costa, por outro lado, perdeu a segunda seguida no octógono. O atleta da Lauzon MMA vinha de derrota para Adrian Yanez em julho deste ano e não vence desde setembro de 2020.

Podcast #45: Volkanovksi sem desafiante e brasileiros no 1º UFC do ano