‘Se minha trocação não for muito melhor que a dele, estou f*****’, diz Gaethje sobre luta com Do Bronx

Ex-campeão interino, o norte-americano deve ser o próximo desafiante ao cinturão do brasileiro na divisão dos leves do Ultimate

J. Gaethje será o próximo desafiante de C. do Bronx (Foto: Montagem/SUPER LUTAS)

Primeiro na fila para desafiar Charles do Bronx pelo cinturão peso leve (até 70,3 kg) do UFC, Justin Gaethje parece estar ciente dos riscos apresentados pelo atual campeão e já começou a traçar uma estratégia para o provável encontro antes mesmo de confirmado.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Em entrevista à ESPN norte-americana, o ex-campeão interino dos leves afirmou que precisa ser superior ao brasileiro na luta em pé, sua especialidade.

“No final das contas, se minha trocação não for muito melhor que a dele, estou f*****. É nisso que eu sou ótimo. Sou ótimo em criar pressão, gerar dano e evitar quedas. Então definitivamente, ele vai precisar levar para o chão, porque eu vou ter muito sucesso no departamento da trocação”, garantiu Gaethje.

PUBLICIDADE:

Apesar de se garantir na luta em pé, Justin Gaethje também chamou atenção para a evolução de Charles do Bronx na trocação, mas reafirmou que precisa ser superior neste departamento caso queria se tornar o novo campeão peso leve do Ultimate.

“Ele é incrivelmente perigoso na trocação. Seus joelhos, seus cotovelos, sua habilidade de criar pressão, controlar a distância. Mas é melhor que eu seja superior, ou então estarei em um mundo f***** de confusão”, admitiu Gaethje.

PUBLICIDADE:

Por fim, Gaethje falou as constantes críticas que fez a Charles do Bronx no passado, chegando a chamar o brasileiro de “desistente”. De acordo com o norte-americano, o campeão vem provando que ele estava errado, mas cabe a ele provar que estava certo quando se encontrarem no octógono.

PUBLICIDADE:

“Eu nunca disse que Charles Oliveira desiste no primeiro ou no segundo round. Eu estava falando de profundidade. Quando a luta chega em momentos críticos e complicados. Mas, de qualquer forma, eu estava falando do garoto Oliveira. Ele provou que eu estava errado, mas meu trabalho vai ser provar que estava certo quando pisar no octógono com ele. Fazê-lo desistir”, finalizou Gaethje.

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico