Dariush lamenta não disputar título após ‘passeio’ contra Ferguson, mas comemora luta com Makhachev

Candidato a uma futura peleja pelo cinturão, atleta encontra motivação e se empolga por chance de encarar promessa do Ultimate

B. Dariush em coletiva pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Um dos grandes destaques do perigoso peso leve (até 70,3kg.), Beneil Dariush acredita já ser merecedor de uma luta pelo cinturão do grupo. Na ‘corrida pelo ouro’, o atleta, no entanto, evita lamentar e encontrou motivação um dos maiores desafios de sua carreira: Islam Makhachev. A quase de dois meses de encarar o russo, o combatente desabafou sobre o que espera do embate.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“É um pouco chato. Fiz tudo o que precisava fazer para disputar o cinturão. Não é justo. Não sou um cara de negócios. Isso não está em mim”, disse Dariush, em entrevista à ‘ESPN’, sobre não ter se credenciado a desafiar o campeão.

Com confronto marcado para 26 de fevereiro, Beneil encontrou em seu próximo adversário a motivação necessária para se aproximar da condição de desafiante. Para o pupilo de Rafael Cordeiro, encarar um dos melhores do grupo é um dos pontos altos de sua trajetória no esporte.

PUBLICIDADE:

“Libero a fera quando ouço que Makhachev é o cara, que é o melhor. Quando ouço isso, uma parte de mim diz: ‘vamos lá’. Tenho uma chama. Estou empolgado”, encerrou.

Em fevereiro, Dariush fará uma das principais lutas de sua carreira. O confronto contra Makhachev pode carimbar o passaporte de um dos atletas para uma luta pelo título que, hoje, pertence a Charles do Bronx.

PUBLICIDADE:

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico