Derrotado em seu último combate, Santiago Ponzinibbio não desiste do sonho de conquistar o cinturão do UFC

Mesmo com duas derrotas em suas últimas três lutas, o 'Argentino Gente Boa' ainda acredita que pode se tornar campeão dos meio-médios (até 77,1kg)

S. Ponzinibbio posa para foto na semana da luta do UFC Foto: Instagram

Em busca do sonhado cinturão do Ultimate, Santiago Ponzinibbio não se abala com a sequência irregular de resultados que vem enfrentando em sua carreira. O ‘Argentino Gente Boa’ admitiu a frustração com a derrota para Geoff Neal no UFC 269 mas acredita que pode, um dia, se tornar campeão dos meio-médios (até 77,1kg).

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Foi um gosto amargo, eu não estava acostumado com isso. Mas se você colocar tudo em uma balança e olhar para tudo que aconteceu, tendo em mente as condições que eu estava, para mim, fazer três lutas, ser capaz de treinar consistentemente e continuar evoluindo, isso foi um resultado positivo. Não sou um conformista. Eu não consegui os resultados que eu queria. Estou puto. Mas, realisticamente, eu passei mais de um ano sem lutar e eles me disseram que eu nunca lutaria novamente e aqui estou eu: três lutas contra os melhores do mundo”, disse Ponzinibbio.

Mesmo frustrado com a derrota, o lutador argentino cravou que o incidente não atrapalhará os seus planos de um dia, conquistar o cinturão da maior organização de MMA do mundo.

PUBLICIDADE:

“Nada muda, isso não muda nada. Como eu disse, eu poderia ter lutado um pouco melhor e mesmo assim, foi uma luta apertada. Eu sei que Geoff (Neal) é uma luta dura. O objetivo não mudou, o objetivo ainda é o título mundial. Eu não consegui o resultado que queria, mas não foi uma luta ruim também. Estou ansioso para 2022 e para voltar a vencer. Eu sei que posso chegar lá, então nada mudou”, finalizou Santiago.

Desde o seu retorno após a grave lesão que o afastou do octógono por pouco mais de dois anos, Santiago Ponzinibbio fez três lutas e conquistou duas derrotas (Jingliang Li e Geoff Neal) e apenas uma vitória (Miguel Baeza). O ‘Argentino Gente Boa’ possui um cartel no MMA de 28 triunfos e cinco reveses.

PUBLICIDADE:

Podcast #45: Volkanovksi sem desafiante e brasileiros no 1º UFC do ano