Michael Bisping exime o UFC de culpa, em caso de ‘furada de fila’ de Conor McGregor

Em declaração ao seu canal no youtube, o ex-lutador disse que os fãs de MMA são responsáveis pelos 'privilégios' conquistados pelo irlandês dentro da organização

C. McGregor (foto) em pesagem do UFC 264 Foto: Reprodução/Instagram

Especulado como próximo oponente de Charles Do Bronx, Conor McGregor foi defendido pelo atual comentarista do UFC Michael Bisping. Em declaração ao seu canal no youtube, o ex-campeão dos médios (até 83,9kg) citou o fator ‘extra octógono’ do irlandês para justificar uma possível furada de fila na disputa do cinturão dos leves (até 70,3kg).

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Muitas pessoas dentro do top-15, top-10, top-5, eles vão dizer: ‘O que diabos está acontecendo? Por que Conor McGregor está furando a fila?’ Bem, adivinha? Como eu disse, isso é uma luta de prêmios, trata-se de pay-per-views. Este é o UFC e eles colocam as lutas que queremos ver. As lutas que queremos ver, são as lutas que o UFC coloca. Então, se você não está feliz que Conor McGregor pode chegar, furar a fila e lutar contra o campeão quando ele não está no topo do ranking, não culpe Conor McGregor, não culpe Dana White, não culpe o UFC, culpe você… porque você é, em última análise, responsável por isso”, disse Bisping.

Em recuperação de uma lesão sofrida no duelo contra Dustin Poirier, em julho, Conor McGregor tem previsão de retorno ao octógono para o primeiro semestre de 2022. Ex-campeão dos penas (até 65,7kg) e dos leves (até 70,3kg), o ‘Notório’ vem em péssima fase na carreira, com apenas uma vitória em suas últimas quatro lutas. O irlandês possui um cartel de 22 triunfos e seis reveses no MMA profissional.

PUBLICIDADE:

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico