Michael Chandler ironiza pedido e pede ‘tempo de recuperação’ antes de enfrentar Tony Ferguson

‘Iron’ afirma que ainda se recupera de guerra contra Justin Gaethje e, portanto, não está disponível para lutar em fevereiro

M. Chandler é ex-campeão do Bellator. Foto: Reprodução/Instagram

A ‘guerra’ em uma das melhores lutas do ano contra Justin Gaethje no UFC 268 deixou marcas em Michael Chandler. Ao ser questionado sobre seu retorno ao octógono do Ultimate, o ‘Iron’ tratou de ironizar o pedido de Tony Ferguson para atuar em fevereiro e pediu por um tempo de recuperação maior, com o intuito de se preparar de forma adequada ao possível duelo.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Tony é Tony. Eu respeito o cara e amo o jeito que ele luta. Adoraria dividir o octógono com ele, mas tem que ser em um prazo normal. Todo mundo sabe o que é um prazo normal, você precisa de 8 a 10 semanas para treinar para uma luta. Eu levo esse esporte muito a sério, então eu não vou lutar com um cara com cinco semanas de antecedência apenas dizendo sim para uma luta 8 ou 10 semanas depois de uma luta anterior”, afirmou Chandler em entrevista ao ‘MMA Fighting’.

Chandler falou sobre a possibilidade de redenção na organização. Em três lutas, ele venceu apenas em sua estreia contra Dan Hooker e, desde então, acumulou derrotas para Charles do Bronx – em disputa pelo cinturão vago – e Justin Gaethje. Ainda assim, ele promete que 2022 será ‘um grande ano’ e reitera desejo em combate contra ‘El Cucuy’.

PUBLICIDADE:

“Tony é um cara que cumpre muitos requisitos, mas há alguns caras diferentes que eu adoraria lutar. Estou sentado e tratando minhas feridas da (última) luta. Eu me sinto fenomenal e estou animado com 2022. Acho que 2022 será um grande ano para mim e para a empresa como um todo. Tony é definitivamente um cara nessa lista (de possíveis adversários) e vamos ver. Só tem que ser em um prazo normal”, finalizou.

Contratado pelo Ultimate para movimentar a divisão dos leves, Chandler, hoje, ocupa a quinta colocação na categoria liderada por Do Bronx. Em seu cartel, o norte-americano conta com 22 resultados positivos e seis negativos.

PUBLICIDADE:

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico