AO VIVO

Assista à coletiva pós-UFC 276 com Adesanya, Poatan e mais

Vídeo: Após críticas a Ngannou, Dana não veste cinturão em campeão depois da vitória do ‘gigante’ no UFC 270

Presidente do Ultimate não sobe no octógono e causa constrangimento em momento raro em disputas de título

F. Ngannou unificou o título dos pesados no UFC 270. Foto: Reprodução/Instagram

A vitória de Francis Ngannou no UFC 270, realizado neste sábado (22), em Anaheim (EUA) calou críticos ao redor do mundo. A grande atuação do ‘gigante’ diante do talentoso Ciryl Gane, em duelo pela unificação do título dos pesados (até 120,2kg.), comprovou a evolução do franco-camaronês dentro da empresa. O momento de consagração, no entanto, foi marcado pela ausência de Dana White, que não subiu no octógono para vestir o cinturão no campeão absoluto.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Presidente do Ultimate, Dana foi um dos críticos a Ngannou durante a semana do espetáculo deste fim de semana. Observando o interesse do ‘gigante’ em realizar superlutas fora das regras do MMA, o mandatário chegou a cobrar foco ao então campeão linear.

Ainda não se sabe o que motivou a ausência de White no octógono. Momentos antes, o ‘chefão’ havia cumprido o protocolo e vestido o cinturão em Deiveson Figueiredo, que superou Brandon Moreno em disputa de título dos moscas (até 56,7kg.).

PUBLICIDADE:

Em sua última luta no contrato com o UFC, Ngannou subiu no octógono para comprovar, mais uma vez, seu talento nas artes marciais mistas. Após um começo morno, o franco-camaronês deu show de estratégia e, apostando nas quedas, conseguiu anular a técnica de Gane.

Ao fim de cinco rounds, Francis foi declarado vencedor na decisão unânime dos juízes. Além da conquista, Ngannou também foi o responsável por tirar a invencibilidade de Ciryl no MMA.

PUBLICIDADE:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por UFCANZ (@ufcanz)

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276