Moreno diz sentir ‘dor da derrota’ para Deiveson, mas enxerga chance real de quarta luta com brasileiro

Destronado no UFC 270, mexicano desabafa sobre revés diante do brasileiro; ‘Deus da Guerra’ recuperou cinturão dos moscas por pontos

B. Moreno (dir.) foi derrotado por D. Figueiredo (esq.) no UFC 270. Foto: Reprodução/Instagram

Derrotado na luta co-principal do UFC 270, Brandon Moreno precisará de tempo para digerir o tropeço diante de Deiveson Figueiredo em trilogia válida pelo cinturão dos moscas (até 56,7kg.). Batido na decisão unânime dos juízes e destronado no grupo, o mexicano desabafou sobre a sensação do resultado negativo. O lutador, no entanto, enxerga uma chance real de uma quarta luta contra o brasileiro.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Eu perdi, isso dói. Ao mesmo tempo, eu gosto quando dói, pois posso sentir a dor. É importante para mim para poder voltar. É loucura, porque a porta está aberta para uma quarta luta contra esse cara. Isso é incrível. Eu vejo a possibilidade. Preciso enfrentá-lo de novo”, afirmou, em coletiva após o evento.

A rivalidade entre Deiveson e Moreno teve início em dezembro de 2020. Na ocasião, o brasileiro, como campeão, teve vida dura no embate contra o mexicano. Ao fim de cinco rounds, o duelo terminou em empate e, pela regra, o paraense manteve o trono.

PUBLICIDADE:

Em junho de 2021, na revanche imediata, Brandon surpreendeu. Afiado, o atleta não deu chances a Figueiredo e tomou o título do tupiniquim com uma finalização no terceiro round.

No confronto que marcou a trilogia entre os combatentes, já em 2022, o roteiro se aproximou do confronto realizado há pouco mais de um ano. Os protagonistas agitaram o público com um confronto agressivo de 25 minutos, que acabou com a consagração do ‘Deus da Guerra’ por pontos.

PUBLICIDADE:

Podcast #63: Blachowicz merece enfrentar Glover pelo cinturão do UFC? Lyoto perde no Bellator e se complica