Francis Ngannou destaca ‘versão adaptada’ para virar combate contra Ciryl Gane no UFC 270

Após defender seu título pela primeira vez, camaronês se diz feliz por ter oportunidade de mostrar evolução no Wrestling

F. Ngannou em entrevista coletiva pós-evento. Foto: Reprodução/YouTube

Para manter o cinturão dos pesados (até 120,2kg.), Francis Ngannou precisou adaptar seu estilo de jogo. Depois de estar em desvantagem nos dois rounds iniciais, o camaronês investiu nas quedas de Wrestling e inibiu as ações de Ciryl Gane para ‘virar’ a luta e vencer na decisão unânime dos juízes.

PUBLICIDADE:

Veja Também

E, em entrevista coletiva pós-UFC 270, Ngannou afirmou que aproveitou uma brecha de Gane para quedar. Ele considera que conseguiu mostrar suas habilidades e, antes mesmo de aplicá-las, estava confiante que poderia manter título.

“Eu não estava certo de que ele viria para uma ‘luta de grappling’. Não estava muito confortável com minha posição na luta em determinado momento e ele me deu a oportunidade de aplicar uma queda – que eu pude trabalhar bastante ao longo do tempo -. Eu não queria desistir da luta e estava bem confiante com minhas habilidades (no Wrestling)”, disse Ngannou.

PUBLICIDADE:

Em atuação inteligente, Francis também mostrou grande evolução em seu jogo de grappling. Além de defender o título dos pesados (até 120,2kg.) pela primeira vez, o campeão emplacou sua sexta vitória seguida. Em seu retrospecto, agora, são 17 resultados positivos e três negativos.

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276