Campeã do UFC, Julianna Peña causa polêmica com ‘teoria de conspiração’ sobre pandemia de COVID-19

Em entrevista ao ‘Joe Rogan Experience’, venezuelana revela crença de que o novo coronavírus foi criado para matar seres-humanos

J. Peña em coletiva de imprensa antes do UFC 269. Foto: Reprodução/ Instagram @venezuelanvixen

Recém-coroada como campeão das galos (até 61,2kg.) do Ultimate, Julianna Peña participou do ‘Joe Rogan Experience’ e causou polêmica com sua opinião sobre a pandemia de COVID-19. Ela afirmou que acredita em uma teoria da conspiração de que o novo coronavírus foi criado com o intuito de matar seres-humanos.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Ouvi o podcast com os dois médicos, um atrás do outro, Dr. Malone e Peter McCullough. Isso me abriu os olhos. Sou uma grande teórica da conspiração em tudo isso e tenho sido desde o início. Eles estão tentando nos matar, sabe? E isso é ridículo”, afirmou Peña.

Joe Rogan, por sua vez, se mostrou surpreendido e afirmou que não concorda com a afirmação de Julianna. O comentarista do UFC e host do podcast acredita que ainda há uma ‘confusão’ do que realmente funciona na luta contra novos casos.

PUBLICIDADE:

“Uau. Eu não acho que eles estão tentando nos matar e ainda há muita confusão sobre o que funciona e o que não funciona. A realidade é que há muitas pessoas com medo e outras que não querem que as pessoas discutam as coisas. Eles só querem uma narrativa, e é aí que isso se torna um problema para mim”, respondeu.

O podcast, em questão, teve um episódio banido e retirado do YouTube após infectologistas Dr. Robert Malone e Peter McCullough supostamente espalhar informações erradas sobre a COVID-19 e vacinas.

Os convidados provocaram fortes reações e cerca de 270 profissionais escreveram uma carta aberta ao ‘Spotify’ – plataforma que detém, com exclusividade, o podcast de Joe Rogan – solicitando que o streaming adote uma política contra desinformação.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276