UFC decide não renovar com Jeremy Stephens e veterano deixa organização após 15 anos

Na organização desde 2007, norte-americano teve seu contrato encerrado em julho de 2021 e a franquia optou por não assinar um novo vínculo

Stephens, Latifi, Jouban e Saunders embolsam os bônus do UFC Orlando

J. Stephens está fora do UFC. Foto: Facebook / UFC

O UFC decidiu não renovar o contrato de Jeremy Stephens, que venceu ano final de julho de 2021, e o lutador não faz mais parte do plantel da divisão dos penas (até 65,7kg.). O veterano, agora, está livre para assinar com outras organizações depois de passar 15 anos na companhia. A informação foi divulgada pelo ‘MMA Fighting’.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Stephens, hoje com 35 anos, deixa a empresa após sequência de seis lutas sem vencer – sendo cinco derrotas e uma luta sem resultado. Em sua última apresentação, o norte-americano foi finalizado por Mateusz Gamrot via kimura no primeiro round, em luta válida pelo UFC Las Vegas 31.

Quarto do ranking dos que mais atuaram no Ultimate, Jeremy estreou em 2007 e entrou em ação na franquia outras 33 vezes.

PUBLICIDADE:

Profissional desde 2005, o veterano conta com um cartel de 47 lutas nas artes marciais mistas. Atualmente, são 28 vitórias, 19 derrotas e um ‘no contest – luta sem resultado. No Ultimate, ele conseguiu expressivas vitórias contra nomes relevantes, como os ex-campeões brasileiros Rafael dos Anjos e Renan Barão, além de Gilbert Melendez, Cole Miller e Darren Elkins. Ele também já mediu forças contra Charles do Bronx, Frankie Edgar, José Aldo e Zabit Magomedsharipov.

Podcast #69: Alex Poatan brilha e Adesanya sai vaiado no UFC 276