AO VIVO

Acompanhe o UFC 276, com disputas de cinturão e Alex Poatan

Jake Paul nega proposta de evento de Khabib, mas reforça desejo de enfrentar russo no futuro

Youtuber afirmou que precisaria de cerca de dois anos de treinos antes de migrar do boxe para o MMA

J. Paul demonstrou interesse em enfrentar K. Nurmagomedov (Foto: Montagem/SUPER LUTAS)

Após um ano de muito sucesso e lucro nos ringues de boxe, Jake Paul tem cada vez mais demonstrado interesse em se aventurar no MMA no futuro. Mas, a não ser que alguém faça uma proposta muito lucrativa, isso só acontecerá quando o youtuber se sentir pronto.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Durante participação recente no “The MMA Hour”, Jake Paul afirmou que precisaria de cerca de dois anos para se preparar para a possível migração da nobre arte para o MMA.

“Existe um interesse em lutar MMA, não em um futuro próximo, mas em médio prazo. Eu precisaria treinar mais meus chutes e um pouco mais o jiu-jitsu por uns dois anos, talvez dois anos e meio antes de fazer isso. A não ser que o dinheiro seja realmente bom, mas ninguém ofereceu nada que seja interessante o bastante”, afirmou Paul.

PUBLICIDADE:

Na última semana, Khabib Nurmagomedov, ex-campeão do UFC e responsável pelo Eagle FC, afirmou ter entrado em contato com a equipe de Jake Paul para que o youtuber lutasse em sua organização. De acordo com Paul, no entanto, a informação não procede.

Khabib Nurmagomedov disse que me fez uma oferta, mas não é verdade. Eles nunca me ofereceram nada. O Eagle FC não fez nem um evento. Não quero menosprezar o que eles estão fazendo, mas eu precisaria de mais do que eu ganho no boxe para arriscar ir para o MMA agora. Teriam que me oferecer US$ 25 milhões (aproximadamente R$ 132 milhões), US$ 35 milhões (aproximadamente R$ 185 milhões) para iniciar as conversas”, disse o youtuber.

PUBLICIDADE:

Caso a transição para o MMA realmente aconteça algum dia, Jake Paul afirmou que tem interesse em enfrentar Khabib Nurmagomedov.

PUBLICIDADE:

“Eu enfrentaria Khabib no MMA se eles quiserem fazer essa oferta. Isso me empolgaria, especialmente se eu tivesse mais tempo para treinar. Seria uma luta enorme e venderia milhões de pay-per-view. Tudo que eu teria que fazer seria trabalhar nas minhas habilidades no wrestling, porque eu posso superá-lo na luta em pé”, garantiu Paul.

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276