AO VIVO

Assista à coletiva pós-UFC 276 com Adesanya, Poatan e mais

Jake Paul diz que lutadores apoiam ataque contra Dana White, mas temem retaliação do UFC; entenda

Youtuber afirma que atletas do Ultimate não se manifestam publicamente, mas se divertiram com o novo clipe em alusão às iniciativas do mandatário

J. Paul está invicto nos desafios de boxe. Foto: Reprodução/Instagram

A rixa entre Jake Paul e Dana White segue dando o que falar. Em entrevista ao ‘MMA Fighting’, o youtuber afirmou que o clipe feito em ataque ao mandatário do Ultimate teve uma boa repercussão entre os lutadores, que evitam dar declarações sobre o assunto por evitarem possíveis retaliações da empresa.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Existem muitos lutadores do UFC que me mandam mensagens no particular dizendo que ‘nós amamos, isso é hilário. Continue. Só não podemos apoiar publicamente’. E eu não quero que eles se sacrifiquem, pois precisam colocar a comida na mesa publicamente. Como eu disse, tenho uma plataforma pessoal para fazer e assumo a responsabilidade. Vou para a guerra sem recuar, não importa o que aconteça”, disse Paul.

Com a convivência, Jake Paul já expressou interesse em criar um ‘sindicato de lutadores’ para que haja uma revolução entre os atletas, visando assegurá-los condições melhores para suas respectivas carreiras.

PUBLICIDADE:

“Se houver um sindicato de lutadores criado, todos (os lutadores) do UFC deveriam se juntar para criar um poder, com boas condições e uma vida melhor. Mas não quero que publiquem um apoio ao clipe, pois não será bom para eles. Quero que ganhem e façam mais dinheiro”, concluiu.

Após estrear no boxe profissional em janeiro de 2020, Jake Paul está invicto com cinco vitórias. Entre os seus triunfos, o influenciador digital obteve dois nocautes sobre o ex-UFC Ben Askren e sobre o ex-campeão dos meio-médios (até 77,1kg) do Ultimate Tyron Woodley.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276