Após derrota na estreia, Roger Gracie não tem contrato renovado pelo UFC

Brasileiro, que foi um dos atletas que migraram do extinto Strikeforce, perdeu para Tim Kennedy no UFC 162

R. Gracie (foto) não impressionou na estreia e acabou cortado pelo Ultimate. Foto: Josh Hedges/UFC

R. Gracie (foto) não impressionou na estreia e acabou cortado pelo Ultimate. Foto: Josh Hedges/UFC

A má atuação em sua estreia diante de Tim Kennedy no UFC 162 pesou e Roger Gracie não é mais atleta do Ultimate. Segundo informações do site do canal “Combate”, o brasileiro, que havia migrado do extinto Strikeforce, não teve seu contrato renovado pela principal organização de MMA do planeta.

Na luta contra Kennedy, no início do mês de julho, Roger apresentou nítidos problemas com seu preparo físico e chegou visivelmente estafado ao terceiro assalto, oferecendo pouca resistência às investidas do oponente. Na época, a principal justificativa apresentada pelo atleta, que tem 1,93 m e luta na categoria até 84 kg,  e sua equipe foi o impacto do corte de peso em sua atuação.

Roger Gracie, de 31 anos, possui um cartel de seis vitórias e duas derrotas como profissional no MMA. Membro de uma das famílias mais tradicionais no universo das artes marciais, Roger é decacampeão mundial de jiu-jitsu. Até o momento, não há informações sobre qual organização será o destino do lutador brasileiro.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments