Dana White afirma que Jon Jones pode disputar cinturão interino dos pesados na ausência de Francis Ngannou

O presidente do Ultimate admitiu que, caso o campeão fique afastado pelo resto do ano, Jones pode lutar pelo título interino da divisão

J. Jones após vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Facebook UFC

Sem lutar desde fevereiro de 2020, Jon Jones pode estrear na divisão dos pesos pesados (até 120,2 kg) lutando pelo cinturão interino. Pelo menos é o que diz o presidente do UFC, Dana White.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Em entrevista recente à “ESPN” norte-americana, Dana White afirmou que, caso Francis Ngannou permaneça afastado do octógono pelo resto do ano, é provável que Jones tenha a oportunidade de se tornar campeão interino.

“Eu ainda não pensei sobre isso, mas sim, parece algo que faríamos. Não até sabermos o que Francis (Ngannou) vai fazer ou o que vai acontecer. Mas se for esse o caso, se ele ficar afastado por um ano, Jon (Jones) pode aparecer e lutar por um cinturão”, disse Dana White.

PUBLICIDADE:

Campeão linear dos pesados, Francis Ngannou sofreu uma lesão no joelho antes do duelo pela unificação dos cinturões contra Ciryl Gane, em janeiro, e ficará afastado do octógono por tempo indeterminado. Além da lesão, o camaronês também tem questões contratuais a resolver com o Ultimate e não tem permanência garantida na organização.

Ex-campeão dos meio-pesados (até 93 kg), Jon Jones não entra em ação desde fevereiro de 2020, quando derrotou Dominick Reyes e defendeu o cinturão da divisão pela décima primeira vez. Também com rusgas contratuais com o Ultimate, Jones abdicou do título dos meio-pesados e decidiu focar em subir de divisão para o peso pesado.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276