Fora do UFC, Davi Ramos revela que terá salário maior em ‘nova casa’

‘Livre no mercado’, brasileiro negocia com o evento russo ACA e participará de Grand Prix na organização ainda em 2022

Após ser atendido pelo Ultimate e dispensado da organização, Davi Ramos está perto de ser anunciado por uma ‘nova casa’. ‘Livre no mercado’, o brasileiro tem negociações avançadas com o evento russo Absolute Championship Akhmat (ACA), e deve estrear ainda na temporada 2022. Com exclusividade ao SUPER LUTAS, o atleta não escondeu a empolgação para o novo momento.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Venho conversado bastante com eles (diretoria do ACA). Acredito que eu já vou assinar o contrato. Me ofereceram uma coisa muito legal. São três lutas. É um contrato do GP (Grand Prix da divisão até 70kg.). Ainda vão formar as chaves”, afirmou o atleta.

Desligado do UFC após cinco anos como representante da empresa, Ramos tem ainda mais motivos para comemorar. Além da oportunidade de voltar a lutar após quase dois anos de inatividade, o atleta afirma que a questão financeira é mais atraente do que nos tempos de Ultimate.

PUBLICIDADE:

“Me ofereceram algo interessante. Do momento que estou agora, para o UFC, para eu chegar nesses valores, eu demoraria um pouco mais. (…) Eu preciso ser valorizado. Tenho a minha história. Estou há um ano e oito ou nove meses sem receber nada. Tenho a minha história com o jiu-jitsu, em que eu consigo fazer dinheiro. Não dependo financeiramente do UFC. Por isso, fiz essa escolha de esperar tanto tempo (sem atuar pelo Ultimate)”, encerrou.

Ícone da ‘arte suave’, Davi não luta desde seu tropeço diante de Armam Tsarukyan, em julho de 2020. Profissional no MMA desde 10, o brasileiro, hoje, soma 10 triunfos e quatro reveses na modalidade.

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276