Volkanovski deixa rivalidade de lado e revela arrependimento por acusação contra Holloway

Australiano havia disparado contra o havaiano por 'fugir de luta', mas volta atrás em seus comentários

M. Holloway (dir.) e A. Volkanovski (esq.) se enfrentaram em 2019 e 2020. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Campeão dos penas (até 65,7kg.), Alexander Volkanovski deixou a rivalidade de lado e mostrou arrependimento ao acusar Max Holloway de fingir uma lesão para não enfrentá-lo. Em entrevista sincera à ‘Submission Radio’, o australiano revela que ficou confuso quando recebeu a notícia da saída do havaiano no card, mas pede desculpas por seus comentários na ocasião.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Foi frustrante, pois na época eu queria muito enfrentá-lo. E, quando ouvi que ele havia se machucado, tudo ficou muito confuso e frustrante. Vocês viram minha frustração. Eu queria escrever algo em meu ‘Twitter’ e interagir com Max (Holloway) e seus fãs, mas foi muito bobo da minha parte, para ser sincero”, disse Volkanovski.

Em busca de sua terceira defesa de título, Alexander optou por seguir no card e topou um novo desafio. Agora, o australiano mede forças contra Chan Sung Jung, conhecido como ‘Zumbi Coreano’, em combate que acontece no UFC 273, em 9 de abril.

PUBLICIDADE:

Campeão dos penas desde 2019, Volkanovski já enfrentou Holloway em duas oportunidades, 2019 e 2020, e venceu ambas na decisão dos juízes. Ele, atualmente, possui um retrospecto de 23 triunfos e apenas um revés no MMA profissional.

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano