Covington detalha agressão sofrida em briga com Masvidal; lutador teve dente quebrado e costela fraturada

Em relatório policial, ‘Caos’ alegou ter sido agredido por ‘Jesus das Ruas’, enquanto saía de restaurante, na Flórida

J. Masvidal (esq.) foi superado por C. Covington (dir.) no UFC 272. Foto: Reprodução/Instagram

Após notícia de briga entre Jorge Masvidal e Colby Covington, que aconteceu na última segunda-feira (21) e chocou a comunidade de MMA, novos detalhes vieram à tona em relatório de Colby Covington  para a polícia sobre o incidente em um restaurante conhecido como ‘Papi Steak’ localizado em Miami Beach, na Flórida (EUA).

PUBLICIDADE:

Veja Também

Na briga, em questão, Covington disse ter sido agredido por Masvidal enquanto saía do local. Ainda segundo o ‘Caos’, ele não esperava pelo ataque, que teria ferido sua boca, olho esquerdo e costela. Ele ainda relatou que quebrou um dos dentes e acusou seu rival de estar acompanhado de outros três ou quatro homens desconhecidos. Masvidal teria iniciado a confusão e, além da acusação de agressão e indícios de crimes, pode chegar a ser preso.

Covington acrescentou que identificou Masvidal pelo som de sua voz, além de reconhecer seu longo cabelo saindo de um capuz. O ‘Gamebred’ ainda estaria com uma máscara azul e teria sido motivado por comentários de Colby sobre seus filhos, durante luta no UFC 272. A polícia obteve imagens de câmeras de segurança e, agora, avalia o caso.

PUBLICIDADE:

Clima tenso…

Ex-amigos, Masvidal e Covington começaram uma série de provocações que aumentou após saída do ‘Caos’ da ‘American Top Team’. Os dois lutadores se enfrentaram na luta principal do UFC 272 e, em luta de cinco rounds, Colby dominou e venceu na decisão unânime dos juízes.

O jogo de palavras, no entanto, continuou. E, em entrevista pós-luta, Jorge disse que ainda pretendia resolver suas pendências com seu rival fora do cage, justamente por Covington ter falado sobre seus filhos durante o combate.

PUBLICIDADE:

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano