AO VIVO

Acompanhe o UFC 276, com disputas de cinturão e Alex Poatan

Parceiro de treinos, Luque diz que Durinho tem sido subestimado e está pronto para bater Chimaev

Amigo de Gilbert, brasileiro acredita na qualidade do compatriota e diz não entender favoritismo do sueco no UFC 273

G. Durinho (esq.) e V. Luque (dir.) são destaques brasileiros nos meio-médios do UFC. Foto: Reprodução/[email protected]

O grande favoritismo de Khamzat Chimaev tem incomodado Vicente Luque. Parceiro de treinos de Gilbert Durinho, que enfrenta o sueco no card principal do UFC 273 do próximo sábado (9), o brasileiro revelou que seu compatriota está pronto para deixar o status de ‘azarão’ nas casas de apostas e surpreender no evento, em busca de nova chance pelo cinturão dos meio-médios (até 77kg.).

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Eu acredito que ele vença, pois sei que está preparado para essa luta. Ele é um monstro. Todo mundo fala sobre Chimaev, que é um grande lutador. Mas você quer falar sobre um monstro? Alguém que pode ir lá e realmente colocá-lo em perigo? Esse é Gilbert (Durinho) Burns. Ele tem mostrado isso com frequência e acho que as pessoas ainda o subestimam. É assim que as coisas acontecem e realmente acho que ele vai surpreender a todos”, analisou Luque em entrevista à ‘ESPN’ norte-americana.

Luque e Durinho treinam juntos e têm relacionamento de melhores amigos. Apesar de figurarem entre os melhores da divisão liderada por Kamaru Usman, os dois lutadores sequer cogitaram a hipótese de se enfrentarem e se ajudam em períodos de treinamentos para seus combates no Ultimate.

PUBLICIDADE:

Gilbert, agora, entra no UFC 273 com a missão de frear o ‘hype’ do invicto Chimaev. Ele vem de vitória sobre Stephen Thompson e sonha com uma revanche contra Usman, que acabou o vencendo em fevereiro de 2021. O revés, inclusive, marcou a única vez que o brasileiro saiu derrotado nos meio-médios (até 77kg.). Em seu retrospecto, são 20 triunfos e quatro reveses.

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276