Suspensões médicas do UFC Fight Night 27: dois lutadores são afastados indefinidamente

Mesmo vencendo suas lutas, Court McGee e Dylan Andrews só serão liberados mediante atestado médico

Suspensões médicas do UFC Fight Night 27: dois lutadores são afastados indefinidamente

C. McGee (esq.) terá que apresentar atestado médico para ser liberado Foto: Ed Mulholland/Zuffa LLC

A lista de lutadores afastados por suspensão médica no UFC Fight Night 27 é pequena em relação ao comum. Porém, dois atletas podem ficar fora de ação por tempo indeterminado. O lado curioso é que ambos saíram vencedores no evento que foi disputado na noite desta quarta-feira.

O norte-americano Court McGee, que venceu o neozelandês Robert Whittaker, e o australiano Dylan Andrews, que nocauteou sueco Papy Abedi, receberam os ganchos mais longos. A Comissão Atlética do Estado de Indiana, órgão que regulamentou o evento, não divulgou as contusões sofridas pelos lutadores, mas informou que eles só serão liberados mediante atestado de um médico.

Entre os outros cinco suspensos, Abedi e Roger Bowling receberam as maiores suspensões. Ambos ficarão fora de ação por 60 dias, mas Abedi pode voltar a treinar com contato na metade do tempo. Bowling, que saiu do octógono vitimado por uma joelhada ilegal, terá que cumprir toda a suspensão sem contato físico.

Confira a lista completa da suspensão médica do UFC Fight Night 27:

Court McGee: suspenso indefinidamente até que um médico faça a liberação

Dylan Andrews: suspenso indefinidamente até que um médico faça a liberação

Martin Kampmann: suspenso 30 dias sem contato nos treinos por 14 dias

Papy Abedi: suspenso 60 dias sem contato nos treinos por 30 dias

Justin Edwards: suspenso 30 dias sem contato nos treinos por 30 dias

Hatsu Hioki: suspenso 14 dias sem contato nos treinos por 14 dias

Roger Bowling: suspenso 60 dias sem contato nos treinos por 60 dias

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments