Gilbert Durinho revela conversas por novo contrato e analisa opções para próxima luta no UFC

Brasileiro revelou que teve reunião com Dana White e citou Jorge Masvidal e os irmãos Diaz como possíveis oponentes

G. Durinho é destaque nos meio-médios do UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Apesar da derrota na decisão unânime dos juízes, o duelo contra Khamzat Chimaev pode ter sido uma espécie de divisor de águas para o futuro de Gilbert Durinho no UFC. Neste sábado (16), durante o UFC Las Vegas 51, o meio-médio (até 77 kg) brasileiro revelou que está começando a “colher os frutos” da guerra protagonizada contra o novo “fenômeno” da divisão.

PUBLICIDADE:

Em entrevista ao canal “Combate”, Gilbert Durinho afirmou que se reuniu recentemente com Dana White, presidente do UFC, para discutir um novo contrato com a organização.

“Foi uma ótima reunião. Sentei com ele (Dana White). Os caras gostaram da luta e acho que vem um contrato novo. Falaram que vem uma grande luta na próxima. Eles gostaram bastante. Mesmo eu sendo competitivo, sei que perdi, mas poderia ter ido para qualquer um dos lados. Estou começando a colher os frutos com isso”, contou Durinho.

PUBLICIDADE:

Quarto colocado no ranking dos meio-médios, Gilbert Durinho manifestou o desejo de participar de mais uma “grande luta” na divisão. Para isso, o brasileiro vê como oponentes ideais nomes com grande prestígio na organização.

“Os caras que têm mais nomes na categoria (são) os irmãos Nate e Nick Diaz, Masvidal ou Chimaev de novo. Estou ‘pescando’ uma revanche. Se Colby (Covington) não quiser, eu entro nessa luta. Espero que sejam esses nomes e tomara que venha algum deles”, disse o brasileiro.

PUBLICIDADE:

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano