Rafael dos Anjos aponta brechas de Justin Gaethje e aposta em vitória de Do Bronx no UFC 274

Antigo dono do cinturão, brasileiro reforça talento do atual campeão e acredita em manutenção de título de Charles em 7 de maio

Campeão dos leves (até 70,3kg.) do Ultimate há quase um ano, Charles do Bronx ganhou um apoiador de peso para sua próxima defesa de título. Antigo dono do cinturão da categoria, Rafael dos Anjos aposta que o compatriota terá sucesso no confronto contra Justin Gaethje no UFC 274, e explica o porquê. Em entrevista exclusiva ao SUPER LUTAS, RDA apontou brechas no estilo do norte-americano e exaltou o momento do paulista.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Charles é um moleque experimentado. Ganhou, perdeu, lutou em duas categorias. Aprendeu bastante com as derrotas dele. Isso deu toda essa cancha. É perigoso e está em um momento muito bom. Lutador é momento. Vejo ele lutando com inteligência contra Justin Gaethje. Não vejo ele perdendo essa luta”, afirmou.

Grande conhecedor da categoria que liderou entre 2015 e 2016, Dos Anjos, então, analisou o adversário de Do Bronx. Para o ex-campeão, o norte-americano possui falhas que podem permitir que o compatriota leve vantagem.

PUBLICIDADE:

“Pelo que eu sei do Justin Gaethje, ele é um cara que não treina chão. Ele faz um antijogo para o cara não derrubar. O Do Bronx conseguindo derrubar, vai pegar as costas e finalizar. Tem grandes chances. O Charles, do jeito que lutou contra o Dustin Poirier, foi com a cabeça meio parada. Tomou uns golpes firmes, knockdown. Não pode dar essa chance para o Justin Gaethje. É um cara que pega duro. Se o Charles aprendeu com aquela luta (contra Poirier), certamente vai vir com uma estratégia mais traçada. O Charles está sem pressão. Entra feliz”, encerrou.

Em 7 de maio, Do Bronx buscará sua segunda defesa de cinturão. Gaethje, por sua vez, terá a segunda oportunidade de assumir o trono dos leves. Na primeira chance, o norte-americano acabou finalizado por Khabib Nurmagomedov, em 2020, no confronto pela unificação do título.

PUBLICIDADE:

Podcast #63: Blachowicz merece enfrentar Glover pelo cinturão do UFC? Lyoto perde no Bellator e se complica