Único brasileiro no card preliminar, Philipe Lins espanta má fase e vence a primeira no UFC

Ex-campeão da PFL, brasileiro virou luta e conseguiu a vitória sobre Marcin Prachnio por pontos

P. Lins venceu M. Prachnio no UFC Las Vegas 52. Foto: Reprodução/Twitter @ufcnews

Único brasileiro no card preliminar do UFC Las Vegas 52, evento realizado neste sábado (23), Philipe Lins venceu pela primeira vez na organização. Depois de primeiro round complicado, ele virou a luta e venceu o polonês Marcin Prachnio na decisão unânime dos juízes. O duelo foi válido pela divisão dos meio-pesados (até 93kg.).

PUBLICIDADE:

Veja Também

Ex-campeão da PFL, Lins alivia situação no Ultimate. Anteriormente, o atleta tupiniquim havia perdido em suas duas apresentações. Ele, agora, tem um cartel de 15 resultados positivos e cinco negativos na carreira.

Prachnio, por sua vez, tem um retrospecto negativo e corre risco de demissão. Até o instante, o polonês fez cinco lutas e perdeu quatro na organização, com um cartel de 14 triunfos e seis reveses.

PUBLICIDADE:

A Luta

Prachnio começou em aposta com chutes na linha da cintura. Lins, por sua vez, conseguiu um forte jogo na tentativa de quedas e chegou a pegar as costas, mas não trabalhou a posição e viu seu adversário se recuperar. O polonês ainda aplicou joelhadas curtas no clinch e terminou o round em posição de dominância.

O segundo assalto foi de altas aventuras para Lins. Com ímpeto ofensivo, o brasileiro apostou na trocação franca e teve bons momentos, além de balançar Martin em três oportunidades. Prachnio, ainda assim, conseguiu resistir a pressão e aparentava grande cansaço.

PUBLICIDADE:

Philipe Lins voltou mais inteiro e desferiu bons golpes na curta distância para ferir Marcin Prachnio. O brasileiro ainda aplicou uma queda e esteve em posição de dominância por boa parte do round. Na reta final, ele ensaiou uma trocação e, para garantir a vitória, ‘amarrou’ seu adversário junto à grade.

PUBLICIDADE:

Aori Qileng consegue vitória arrasadora com nocaute do primeiro round

A. Qileng (dir.) nocauteou C. Else no primeiro round. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

A quarta luta do card preliminar foi um atropelo. Estreando na divisão dos galos (até 61,2kg.), Aori Qileng justificou a mudança e nocauteou Cameron Else com após um soco na linha da cintura. Em entrevista ainda no octógono, o chinês prometeu ‘dominar’ a categoria liderada por Aljamain Sterling.

Qileng ainda chegou à 20ª triunfo na carreira. Profissional desde 2015, ele perdeu em outras 11 oportunidades. Já Else perde pela segunda vez em série e se complica na organização, além de ter retrospecto de 10 triunfos e cinco reveses.

Preston Parsons vai bem e tira invencibilidade de Evan Elder na carreira

Preston Parsons vai bem e tira invencibilidade de Evan Elder na carreira. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Em duelo de meio-médios (até 93kg.), Preston Parsons dominou e venceu Evan Elder na decisão unânime dos juízes. Com forte jogo de Wrestling, o lutador chegou perto de finalizar seu adversário, que resistiu às tentativas de catagatame e mata-leão.

Parsons venceu pela primeira vez na organização depois de estrear com o ‘pé esquerdo’. Ele, agora, conta com um cartel de dez resultados positivos e três negativos. Por outro lado, Elder sente o ‘sabor amargo’ da primeira derrota no MMA profissional, enquanto também tem outros sete triunfos.

Resultados do UFC Las Vegas 52

CARD PRINCIPAL

Peso palha (até 52,1kg.): Jéssica Bate-Estaca x Amanda Lemos

Peso leve (até 70,3kg.): Clay Guida x Cláudio Puelles

Peso mosca (até 56,7kg.): Maycee Barber x Montana de la Rosa

Peso pesado (até 120,2kg.): Alexandr Romanov x Chase Sherman – Luta cancelada

Peso leve (até 70,3kg.): Lando Vannata x Charles Jourdain

CARD PRELIMINAR

Peso casado (até 86,2kg.): Jordan Wright x Marc-André Barriault

Peso meio-médio: Dwight Grant x Sergey Khandozhko

Peso meio-pesado: Tyson Pedro derrotou Ike Villanueva por nocaute técnico a 4m55s do R1

Peso galo:  Aori Qileng derrotou Cameron Else por nocaute técnico a 2m48s do R1

Peso meio-médio: Preston Parsons derrotou Evan Elder na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-26, 30-27)

Peso meio-pesado: Philipe Lins derrotou Marcin Prachnio na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28-29-28)

Peso meio-médio: Mike Jackson derrotou Dean Barry por desqualificação a 3m52s do R1

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano