Rampage ameaça Dana White: ‘Se fosse você, manteria meu nome longe de sua boca’

Ex-campeão dos meio-pesados do Ultimate respondeu declarações do dirigente ao jornal UFC Tonight

Q.Rampage (foto) voltou a se desentender com Dana White. Foto: Josh Hedges/UFC

Q.Rampage (foto) voltou a se desentender com Dana White. Foto: Josh Hedges/UFC

Não chega a ser novidade que o clima entre Dana White e Quinton “Rampage” Jackson não é bom desde a conturbada saída do ex-campeão dos meio-pesados do Ultimate, mas nesta quinta-feira (12) o atrito entre o atleta e o dirigente ganhou mais um episódio tenso. Por meio de seu Twitter, Rampage respondeu declarações feitas por White ao “UFC Tonight” e não mediu as palavras ao se dirigir ao desafeto.

“Dana White, se fosse você, manteria meu nome longe de sua boca. Se as pessoas perguntarem sobre mim em uma entrevista, é melhor dizer ‘sem comentários'”, escreveu o atleta, hoje no Bellator, em seu perfil na rede de microblogs. Rampage inclusive marcou o dirigente na postagem, que não se manifestou posteriormente.

Dias antes, ao “UFC Tonight”, Dana White falou sobre a saída de Quinton Jackson da organização e despertou a ira do lutador. “Rampage Jackson queria deixar o UFC. Nós o deixamos sair do UFC. Nós fizemos um monte de coisas para esse cara, um monte de coisas, pessoais e profissionais. Agora ele sai e chora por tudo. O mundo está contra Rampage Jackson. Ele deve ser um dos caras mais duros do mundo, e tudo que ele faz é chorar sobre tudo”, disse, na ocasião.

Conflitos com o “ex-patrão” à parte, Quinton “Rampage” Jackson já tem data marcada para estrear no Bellator. No dia 2 de novembro, Rampage enfrenta Tito Ortiz, outro ex-UFC e desafeto de Dana White, na luta principal do primeiro evento em pay-per-view da principal organização rival do Ultimate. A noite de lutas acontece em Long Beach (EUA).

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments