Jon Jones reforça interesse em superluta contra Anderson Silva: ‘Basta vencer Weidman’

Campeão dos meio-pesados também comentou como foi presenciar a derrota do brasileiro no UFC 162

J.Jones (foto) não descarta superluta contra o Spider. Foto: Josh Heges/UFC

J.Jones (foto) não descarta superluta contra o Spider. Foto: Josh Heges/UFC

Depois da derrota de Anderson Silva para Chris Weidman, uma superluta entre o brasileiro e Jon Jones havia sido praticamente descartada. Porém, em entrevista à revista “Fighters Only”, o campeão dos meio-pesados surpreendeu e revelou que ainda acredita que possa enfrentar o Spider no octógono.

“Tudo que Anderson Silva tem que fazer é vencer sua próxima luta contra Chris Weidman, no UFC 168, de forma decisiva. O interesse continua existindo. A superluta ainda está valendo. Eu nunca tive muita vontade de enfrentar Anderson Silva, para ser honesto. Eu sabia que essa luta poderia acontecer, mas eu nunca tive qualquer desejo de ser o único a vencê-lo ou qualquer coisa assim”, disse “Bones”.

Jon Jones também comentou a derrota de Anderson para Weidman em julho e a forma como ela se deu. “Assistir ao UFC 162, quando Anderson foi nocauteado em cerca de cinco minutos foi uma loucura. Só de estar lá e presenciar algo assim é insano. Ver um grande campeão e um legado inteiro acabar daquela forma foi humilhante. Me fez ver que isso pode acontecer com qualquer um. Você tem que levar tudo e todos a sério, e você tem que respeitar o esporte. Mas, ao mesmo tempo, ainda acredito que Anderson pode voltar. Ele ainda é o melhor, mas perdeu”, finalizou.

Jon Jones defende o título dos meio-pesados no próximo dia 21 de setembro, na luta principal do UFC 165. O norte-americano enfrenta o sueco Alexander Gustafsson, no Canadá. Já Anderson Silva tem a chance de recuperar o cinturão dos médios na revanche contra Chris Weidman, no UFC 168, dia 28 de dezembro, em Las Vegas (EUA).

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments