‘Vai acabar no 1º round’ – Lutadores dão palpites para luta entre Charles do Bronx x Justin Gaethje no UFC 274

Gilbert Durinho, Patrício Pitbull, Caio Borralho, Alexandre Capitão e Renan Problema analisam luta principal deste sábado (7)

O duelo entre Charles do Bronx e Justin Gaethje, válido pelo cinturão dos leves (até 70,3kg.) na luta principal do UFC 274 do próximo sábado (7), tem mexido com os ânimos da comunidade de MMA e é um dos confrontos mais aguardados do ano. Por isso, cinco lutadores analisaram o confronto e, com exclusividade ao canal do SUPER LUTAS no YouTube, deram seus palpites. Quem vence?

PUBLICIDADE:

Veja Também

Gilbert Durinho, peso meio-médio do UFC

“A (minha) torcida é do Charles. Alguns momentos eu fiquei em cima do muro, pois tive que ajudar Michael Chandler, Jared Gordon e Nik Lenz. E estou ‘amarradão’ que, desta vez, não preciso ajudar ninguém. E eu acho que dá Charles. Ele ainda toma muitos golpes, mas está com a recuperação boa. Nesta luta ele tem que ficar ligado para não entrar em luta ‘doida’, mas foi a comparação que ele mesmo fez. Chandler trocou contra Gaethje e não foi nocauteado, mas fez trocação franca com Charles – que caiu, mas voltou e nocauteou. Eu acho que Charles consegue uma finalização”, analisou Durinho.

Patrício Pitbull, campeão dos penas no Bellator

“O brasileiro está em um momento muito bom. Está com um ritmo (bom). Um campeão, na minha visão, tem que estar com um ritmo bom e ele está. Melhorou bastante em pé e se encontrou no octógono. Ele tem o melhor jiu-jitsu no MMA da atualidade. Eu o acho favorito. Gaethje tem chances, pois tem mão pesada e Wrestling ofensivo. É ficar ligado na trocação do norte-americano, pois vai ter chance em pé”, disse Patrício.

PUBLICIDADE:

Caio Borralho, promessa dos médios no UFC

“O Charles está cada vez mais maduro. É campeão e ídolo nacional. Não tem como eu falar que Justin (Gaethje) vai ganhar, pois realmente acredito na vitória do Charles. Ele vai conseguir botar uma certa pressão no Justin. Só tem que ter um pouco de cuidado e não tomar as mãos que ele geralmente toma. Mas acho que Justin vai acabar sendo abafado com a pressão, tentar uma queda e Charles vai entrar em um triângulo de mão para finalizá-lo”, palpitou Borralho.

Alexandre Capitão, parceiro de treinos de Justin Gaethje

“Eu acho que vai ser uma guerra eletrizante no primeiro round. Os dois vão sair na porrada. Estou achando que o Charles vem para trocar e o ‘negócio’ vai ficar em pé. Essa luta vai ser definida em pé. Eu imagino um ‘overhand’ do Justin Gaethje pegando na cabeça do Charles ainda no primeiro round”, afirmou ‘Capitão’.

PUBLICIDADE:

Renan Problema, peso pesado da PFL

“Charlinho é, para mim, um dos caras mais completos no MMA. Evoluiu muito na trocação e, por mais que a luta seja dura, eu o vejo pegando um mata-leão fulminante que ele sempre traz. É brazuca e vai fazer nossa alegria. Por mais que ele (Justin Gaethje) seja um Wrestler de altíssimo nível, o Charles tem que ser mais cauteloso, mas tem totais condições de levar para baixo e finalizar essa luta”, finalizou Renan.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276