Tony Ferguson relata perda de memória após nocaute brutal de Michael Chandler: ‘foi assustador’

O ex-campeão interino do Ultimate afirmou não se lembrar de nada do início do segundo round, até o momento em que entrou na ambulância

T. Ferguson vive um momento dramático dentro do UFC, com quatro derrotas seguidas. Foto: Reprodução/Instagram

Quase uma semana após sofrer um dos nocautes mais brutais dos últimos tempos, no UFC 274, contra Michael Chandler, Tony Ferguson utilizou as redes sociais para desabafar sobre o ocorrido. “El Cucuy” revelou inclusive ter perdido a memória de tudo que aconteceu do início do segundo assalto até o momento que entrou na ambulância.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Nova energia. Obrigado treinador por usar seu tempo para me manter ativo. Galera, eu tomei um grande chute na cúpula nesse último sábado dentro do octógono. Me deixou apagado por um tempo longo e foi uma sensação assustadora não conseguir lembrar de nada do começo do segundo round até o momento que eu entrei na ambulância. Agradeço a Deus todos os dias por ter conseguido viajar de volta à realidade. Piadas a parte, não quis assustar vocês, deveria ter feito as coisas de maneira diferente, como manter minhas mãos altas e meu queixo baixo. Perdi por minha culpa, méritos de Chandler pelo nocaute espetacular. Tenho muitas coisas para evoluir, não apenas competindo. Uma batalha de cada vez. Não sou perfeito de jeito nenhum, mas vou continuar buscando por isso dentro e fora da academia (Perfeição: um objetivo inalcançável)”, escreveu Ferguson.

Após emplacar incríveis 12 vitórias consecutivas no UFC, Tony Ferguson vive má fase na organização. O ex-campeão interino dos leves não vence desde junho de 2019, vem de quatro derrotas consecutivas e caiu para a décima colocação no ranking da divisão.

PUBLICIDADE:

Podcast #63: Blachowicz merece enfrentar Glover pelo cinturão do UFC? Lyoto perde no Bellator e se complica