Sean O’Malley diz que nocaute sobre Pedro Munhoz é o próximo passo para se tornar ‘maior que McGregor’

Promessa dos galos, o norte-americano apontou o brasileiro como seu adversário mais difícil até o momento

S. O’Malley é o décimo terceiro colocado no ranking dos galos (Foto: Instagram/UFC)

Considerado um dos mais promissores atletas do elenco do Ultimate, o peso galo (até 61,2 kg) Sean O’Malley tem planos de se tornar a maior estrela da organização, maior até mesmo que Conor McGregor. De acordo com “Suga”, o próximo passo para seu objetivo é uma vitória por nocaute sobre o brasileiro Pedro Munhoz.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Sean O’Malley e Pedro Munhoz se enfrentam no UFC 276, no dia 2 de julho. Durante participação no podcast “MMA Hour”, do site norte-americano “MMAFighting”, o norte-americano apontou o brasileiro como o maior desafio de sua carreira, mas não perdeu a oportunidade de provocar.

“Acho que faz sentido. Nós dois lutamos no mesmo card. É um bom passo. Você olha para as derrotas dele e elas foram para ex-campeões mundiais: Dominick Cruz, José Aldo, Frankie Edgar. Ele não perde para qualquer um. Acho que o ‘Pedro Preliminares’ é de verdade. É meu oponente mais duro até então, sem dúvidas. Ele nocauteou Cody Garbrandt, mas também quem não nocauteou? Mas sim, Pedro Preliminares vai ser minha luta mais difícil, com certeza”, afirmou O’Malley.

PUBLICIDADE:

No UFC desde 2017, Sean O’Malley tem sete vitórias em oito lutas no octógono, mas recebe muitas críticas por, teoricamente, não buscar um nível de competição mais alto. Para o norte-americano, uma possível vitória sobre Pedro Munhoz é o próximo passo no caminho para se tornar a maior estrela do MMA mundial.

“Não tem ninguém fazendo do jeito que estou fazendo. Ninguém faz do jeito que sou capaz de fazer. Tenho só que ir lá, ganhar essas lutas e fazer meu próprio caminho, do jeito que Conor fez. Acho que Izzy (Adesanya) está fazendo um ótimo trabalho, sendo um campeão super ativo. Kamaru também faz um grande trabalho. Obviamente eu quero ser maior do que eles, assim como eles querem ser maiores do eu e Conor e qualquer um. Eu querer ser maior que Conor pode parecer bobo agora, mas se eu for lá e nocautear Pedro, nocautear Chito Vera, nocautear quem for o campeão, então eu serei o campeão e estarei muito perto disso. Conor teve momentos loucos com José Aldo, Chad Mendes e todas essas lutas, as lutas com Nate Diaz. Eu tenho que ir lá e ter essas lutas também para ser tão grande e sou totalmente capaz disso. Tenho 27 anos, sou a p**** de um animal e estou empolgado para entrar lá e provar isso contra o Pedro Preliminares”, finalizou.

PUBLICIDADE:

Podcast #63: Blachowicz merece enfrentar Glover pelo cinturão do UFC? Lyoto perde no Bellator e se complica