Amanda Nunes revela que não irá abandonar a divisão das penas: ‘Continuarei defendendo o cinturão’

Mesmo envolvida com a revanche pelo título dos galos, a 'Leoa' afirmou que voltará, em breve, a defender o título da categoria onde é 'rainha'

A. Nunes já foi campeã de duas categorias simultâneas (Foto: Reprodução/Instagram)

Mesmo envolvida na revanche pelo cinturão dos galos (até 61,2kg), Amanda Nunes não esqueceu o outro título que ainda possui: o de campeã das penas (até 65,7kg). Em entrevista ao ‘MMA Fighting’, a ‘Leoa’ projetou o futuro da divisão, citou possíveis adversárias e afirmou que, em breve, voltará a defender o seu título.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“A divisão é realmente pequena e precisa de algum trabalho e investimento. Mas esses são os desafios que me são apresentados. Foi um desafio enfrentar (Cris) Cyborg pelo cinturão, eu aceitei e deu certo, me tornei campeã. Se a divisão existe ou não, me tornei campeã. O UFC ainda vai me colocar para lutar naquela categoria. Houve uma luta recentemente entre Norma (Dumont) e (Macy) Chiasson. Chiasson pode ser uma futura adversária. Ainda é uma divisão e está seguindo em frente, independentemente de ter apenas uma, duas, três atletas. A coisa mais importante é que estamos tendo lutas. Continuo sendo a campeã e continuarei defendendo o cinturão”, disse Amanda.

A Leoa conquistou o cinturão do penas em dezembro de 2018, quando nocauteou a lenda Cris Cyborg. Depois, Amanda conquistou mais duas defesas, contra Felicia Spencer e Megan Anderson, vencendo por pontos e por finalização, respectivamente. A atleta tupiniquim possui um retrospecto de 21 triunfos e cinco reveses como profissional de MMA.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276