AO VIVO

Acompanhe o UFC 276, com disputas de cinturão e Alex Poatan

Em busca da reconquista do cinturão, Brandon Moreno explica os motivos da mudança de equipe

Após sair da academia onde iniciou como profissional, o ex-campeão dos moscas fez questão de enfatizar que não houve brigas e deu detalhes sobre a mudança

B. Moreno busca reconquistar o cinturão dos moscas. Foto: Reprodução/Instagram

Sonhando com uma nova conquista do cinturão dos moscas (até 56,7kg), Brandon Moreno decidiu ‘cortar o cordão umbilical’ e saiu de sua academia em Tijuana (MEX) para a Glory MMA & Fitness, em Kansas City (EUA). Porém, engana-se que o ex-campeão brigou com sua antiga equipe. Em entrevista ao ‘MMA Junkie’, o lutador mexicano explicou os motivos de sua mudança.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Claro que foi muito difícil. Foi muito difícil. Raul Arvizu é meu treinador desde que comecei aos 16, 17 anos, claro que foi difícil. Mas as pessoas precisam entender e não confundir lealdade. Ainda me preocupo com Raul, ainda me preocupo com minha equipe, e isso não tem nada a ver com lealdade e tudo a ver com minha carreira, as coisas que quero continuar conquistando e a fome que tenho para realizar meus sonhos”, explicou Brandon.

O lutador mexicano admitiu que estava em uma ‘zona de conforto’ na sua antiga academia e explicou os motivos que o levaram a mudar para os Estados Unidos.

PUBLICIDADE:

“Pessoalmente, senti que precisava de uma mudança, algo novo. Muitas vezes falamos sobre a zona de conforto, mas o que aprendi ao longo dos anos é que a zona de conforto pode vir de onde você menos espera. Quando você menos espera, já tem a zona de conforto no pescoço e não sabe como fugir dela. E não estou falando apenas de treinar em um lugar legal. Não importa se o lugar é bonito ou feio. Não importa se você tem todas as comodidades, a zona de conforto encontrará um caminho, e você precisa perceber isso e aprender a identificá-la. Algo que me trouxe sucesso pessoalmente é que eu nunca tive medo de tomar decisões desde que elas levem minha carreira adiante”, finalizou o mexicano.

Ex-líder dos moscas, Brandon terá que esperar mais um pouco para enfrentar o campeão linear Deiveson Figueiredo, que se recupera de lesão nas duas mãos. Porém, antes de enfrentar o brasileiro, o ‘Bebê Assassino’ terá a difícil missão de enfrentar o prospecto neozelandês Kai Kara-France no UFC 277, programado para o dia 30 de julho. O duelo será válido pelo cinturão interino da categoria até 56,7kg.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276