Mexicanos prometem surpreender no Jungle Fight 59

Ivan “Niño Demoledor” Lopez e Alejandro “El Diablito” Perez já estão no Brasil para duelo diante dos atletas tupiniquins

Mexicanos-no-Jungle---alejandro-perez-e-ivan-lopezQuando entrarem no cage do Jungle Fight neste sábado (12), Ivan “Niño Demoledor” Lopez e Alejandro “El Diablito” Perez terão a missão de representar as cores do México na 59ª edição do evento, que acontece no ginásio de General Severiano, sede do Botafogo de Futebol e Regatas, no Rio de Janeiro. Eles enfrentarão os brasileiros Júnior Abedi e Wanderson Marinho, respectivamente.

Responsável por fazer a co-luta da noite contra Júnior Abedi, Ivan Lopez aparentou tranquilidade ao falar sobre o combate, mas ressaltou as dificuldades que encontrará na 13º combate de sua carreira.

“Estou muito feliz com mais essa oportunidade e espero aproveitá-la da melhor maneira. Sei que terei pela frente um atleta duro. Apesar de estar lutando na “casa” do adversário estou bem preparado e espero sair vencedor”, disse Lopez, que lutou pela primeira vez na organização no Jungle Fight 56, realizado no final de agosto, em Foz do Iguaçu (PR).

Vindo de uma vitória sobre Leandro Vasconcelos em sua primeira aparição no evento, o “Niño Demoledor”, como é conhecido, já sonha com voos mais altos e pretende disputar o cinturão de sua divisão em breve.

“Minha estreia no evento foi muito boa, apesar das dificuldades que tive durante a viagem tudo correu bem e acredito que deixei uma boa impressão. Meu objetivo é chegar ao cinturão, quero lutar bem para conseguir uma chance e aproveitá-la”, disse o lutador que tem um cartel de 11 vitórias e apenas uma derrota.

Estreante no Jungle Fight, Alejandro Perez encara Wanderson Marinho e confia em seus treinamentos para conseguir sua oitava vitória consecutiva.

“É algo diferente do que estou acostumado, mas estou encarando com uma grande oportunidade para minha carreira. Estou muito confiante nos meus treinamentos e quero vencer a minha luta de estreia no Brasil”, disse.

Com um cartel de 12 vitórias e três derrotas, o mexicano disse não conhecer o jogo de seu oponente, mas que isso não fará diferença no duelo: “Estou concentrado e focado na vitória. Não sei muita coisa do meu adversário, mas me sinto bem preparado e estou seguro do que posso apresentar”, concluiu o “El Diablito”.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments