Charles do Bronx acusa Comissão Atlética de priorizar vitória de Justin Gaethje no UFC 274: ‘Me roubaram’

Brasileiro perdeu cinturão dos leves depois de ficar 200g. acima do limite estabelecido, mas conseguiu finalizar norte-americano no primeiro round

C. do Bronx finalizou J. Gaethje no UFC 274 (Foto: Instagram/UFC)

A perda de cinturão dos leves (até 70,3kg.) ainda não é um assunto superado para Charles do Bronx. O brasileiro não bateu o limite estabelecido para luta contra Justin Gaethje no UFC 274 e acabou sendo tirado do posto de campeão da categoria antes mesmo de entrar em ação. Agora, um mês depois da realização do evento, ele desabafou sobre o assunto e acusou a Comissão Atlética de ter preferência por seu adversário na disputa.

PUBLICIDADE:

“Eles poderiam ter arrancado minha perna que ainda daria o mesmo peso. A Comissão Atlética da cidade (do Arizona) me roubou. Eles me roubaram e essa é a realidade. Queriam tirar meu cinturão para mexer com minha cabeça, mas aconteceu o contrário”, disse Do Bronx em entrevista à ‘ESPN’.

Veja Também

Charles também acredita que, por Gaethje estar lutando em sua cidade-natal, havia uma preferência para que o norte-americano chegasse mais forte no combate. O brasileiro, no entanto, diz que não se deixou abater e focou na vitória.

PUBLICIDADE:

“Isso serviu para mostrar à categoria e ao mundo que sou Charles Oliveira, campeão dos leves. Não importa o quanto eles tentem mexer com a minha cabeça, eu sou o campeão. A comissão da cidade me roubou, eles queriam que o campeão fosse da cidade deles, mas não chegou nem perto. Acho que houve alguma pressão na balança. Qualquer um poderia subir, eu não ganharia peso”, concluiu.

Do Bronx, inclusive, perdeu a condição de campeão dos leves (até 70,3kg.) após não bater o peso por problemas com a balança no UFC 274. Ainda assim, o brasileiro não se abalou com a situação e, em luta emocionante, superou Justin Gaethje por um mata-leão no primeiro round. De quebra, ele aumentou os números de lutador com mais finalizações e vitórias nas vias rápidas de toda história no Ultimate.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276