Eddie Alvarez devolve derrota a Michael Chandler e retoma cinturão do Bellator

Atração principal do Bellator 106 já pode ser considerado uma das melhores lutas do ano de 2013

Bellator casa revanche entre Chandler e Alvarez, a mais aclamada luta de sua história

Alvarez (esq) e Chandler (dir.) travaram outra grande luta. Foto: Divulgação Bellator

Espetacular! Assim pode ser definido o duelo entre Eddie Alvarez e Michael Chandler no Bellator 106, evento realiado neste sábado (02) em Long Beach. O combate entre os pesos leves, que entrou como atração do show, substituindo a disputa entre Tito Ortiz e Quinton Rampage Jackson, não decepcionou e já pode ser considerado um dos melhores do ano de 2013.

Ao final de 25 minutos de uma batalha intensa, Eddie Alvarez vingou o revés sofrido em 2011, quebrou a invencibilidade de Chandler e tomou o título do rival.

Nas demais lutas por título do Bellator 106, Emanuel Newton derrotou King Mo Lawal e ficou com o cinturão interino dos meio-pesados, enquanto Daniel Straus surpreendeu Pat Curran na disputa pelo reinado entre os penas.

Alvarez vs. Chandler

Se o primeiro combate entre Eddie Alvarez e Michael Chandler foi considerado o melhor do ano de 2011, a revanche nesta noite não deixou por menos.

Assim como havia feito no primeiro encontro, quando saiu vencedor, Chandler impôs um ritmo alucinante no início. Com golpes rápidos de boxe e boas quedas, o campeão esteve perto de encerrar a disputa com um mata-leão. Porém, com muita valentia Alvarez conseguiu escapar da finalização e seguir vivo na disputa.

No segundo round, Eddie conseguiu se recuperar do início ruim, evitou as quedas do rival e começou a soltar sua trocação. Com bons golpes de boxe, o desafiante abriu um corte no rosto do campeão, que sangrava muito.

No terceiro assalto a disputa voltou a ficar equilibrada. No quarto, o campeão buscava retomar o controle da luta e chegou a devolver o corte no supercilio do rival. Mas Alvarez, com muita garra, sempre respondia as investidas de Michael.

No quinto round, disposto a retomar o cinturão, Eddie Alvarez abriu o jogo e foi com tudo para cima do campeão. Com uma boa combinação de golpes, ele conseguiu prender Chandler contra as grades, chegar as costas e depois até a montada. Após acertar vários golpes por cima, ele esteve perto de encaixar um mata-leão e encerrar a luta. Mas Michael se defendeu e terminou a intensa batalha por cima na luta de solo.

Ao final de 25 minutos de um dos melhores combates dos últimos anos, Eddie Alvarez derrotou Michael Chandler na decisão dividida dos juízes (48×47, 47×48, 48×47) e reconquistou o cinturão dos leves do Bellator.

Newton bate King Mo pela segunda vez

Em outra revanche da noite, o vencedor do primeiro embate prevaleceu. Assim como havia feito em fevereiro, Emanuel Newton derrotou o conhecido Muhammed ‘King Mo’ Lawal.

Especialista no wrestling, King Mo até conseguiu impor seu jogo no início quando conseguiu uma boa queda no primeiro round. Mas  com uma boa base e defesa de quedas em dia, Newton evitou o jogo do rival nas parciais seguintes.

Ele manteve a luta em pé, acertou os melhores golpes de boxe e levou a peleja na decisão unânime dos juízes (49×46, 49×46, 29×46).

Daniel Straus surpreende Curran e leva cinturão dos leves

Na primeira disputa de cinturão da noite, a surpresa apareceu no show. Pat Curran entrou no show cotado como amplo favorito, mas acabou surpreendido por Daniel Straus.

Com um jogo sólido e tático, o lutador, que já foi preso por envolvimento com drogas, dominou a peleja e vingou o revés sofrido para o rival em 2009.

Depois de vencer o primeiro round e perder a segunda parcial, Straus voltou para o terceiro assalto disposto a mudar o rumo da luta. Com um bom jogo de quedas, ele travou a tática do rival e ainda foi beneficiado com a perda de ponto por parte de Curran devido a um golpe ilegal.

Ao final de 25 minutos de luta, vitória de Daniel Straus na decisão unânime dos juízes (49×45, 48×46, 48×46).

“Curran é um grande lutador. Tenho certeza de que iremos nos encontrar novamente”, disse Daniel após o triunfo.

Brasileiros vencem no card preliminar

Antes das três disputas de cinturão do Bellator 106, os brasileiros mostraram seu valor no card preliminar. Primeiro brasileiro a subir no cage cirgular, Cleber Luciano impôs seu jogo de quedas para dominar Joe Camacho por 15 minutos e levar o triunfo na decisão unânime dos juízes.

Já Cristiano Souza preferiu não esperar o final da luta. No terceiro round, o brasileiro encaixou um justo mata-leão e forçou Alejandro Garcia a desistir da peleja.

Confira abaixo os resultados do Bellator 106:

Card Principal

Eddie Alvarez derrotou Michael Chandler na decisão unanime dos juízes;

Emanuel Newton derrotou Muhammed Lawal na decisão unânime dos juízes;

Daniel Straus derrotou Pat Curran na decisão unânime dos juízes;

Mike Richman derrotou Akop Stepanyan por nocaute téncico no R1;

Card Preliminar

Cristiano Souza finalizou Alejandro Garcia com um mata-leão no R3;

Brandon Halsey derrotou Hector Ramirez por nocaute técnico no R1;

Mike Guymon finalizou Aaron Miller com um triângulo no R2;

Cleber Luciano derrotou Joe Camacho na decisão unânime dos juízes;

Josh Smith derrotou Darren Smith na decisão unânime dos juízes;

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

3 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
gustavo sousa
gustavo sousa
6 anos atrás

No minimo estranha, essa decisao dos juizos, eu e provavelmente 90% de quem assistiu essa luta daria vitoria para chendler, ate o alvarez no final da luta fez uma cara de quem acreditava que havia perdido

Everton
Everton
6 anos atrás
Reply to  gustavo sousa

c ta falando uma bosta GIGANTE,acho que vc não assistiu a luta em !!!!

Thyago
Thyago
6 anos atrás
Reply to  gustavo sousa

hahah, com certeza. Muito duvidosa essa decisão dos juizes. O Chandler, apesar de mais machucado, venceu claramente pelo menos 3 rounds.