Após anunciar sua aposentadoria, Donald Cerrone dá conselho importante à nova geração de lutadores

Ícone do MMA aponta caminho para o sucesso de atletas que pretendem brilhar na modalidade; veterano pendurou as luvas após derrota no UFC 276

D. Cerrone encerrou sua carreira após o UFC 276. Foto: Reprodução/Facebook @ufcbrasil

Dono de números expressivos em sua carreira nas artes marciais mistas, Donald Cerrone tem um conselho importante à nova geração de lutadores. Aposentado desde a derrota sofrida para Jim Miller no UFC 276, ‘Cowboy’ apontou a direção que considera correta para que promessas brilhem no MMA. A declaração foi dada na coletiva momentos após deixar o esporte, aos 39 anos.

PUBLICIDADE:

“Digo a todos os caras com quem eu treino para enfrentarem qualquer adversário. Lute, lute, lute. Não escolha confrontos. Não se pode dizer que quer ser assim e, quando chegar a hora, não ser. Eu cresci lutando. Fui o trabalho mais fácil para meus agentes”, disse ‘Cowboy’.

Sempre disposto a estar em atividade, Cerrone narrou parte do seu processo de contratos para combates. Assim, o veterano critica atletas que não se dispõem a travar qualquer luta.

PUBLICIDADE:

“(O agente) apenas falava: ‘temos uma luta para você na próxima semana’. Não importa. Vejo lutadores que querem ficar escolhendo suas lutas, e funciona dos dois lados. Se você estiver conformado em ser assim, a equipe do adversário pode pensar: ‘essa não é uma luta boa para nós. Eles não aceitarão’. É um esporte perigoso e estranho agora. Mas, como eu disse, siga lutando. Seja um showman”, encerrou.

Após ser finalizado por Jim Miller no UFC 276, Donald anunciou sua aposentadoria do MMA profissional. O atleta deixou o esporte com 55 apresentações na modalidade, somando 36 vitórias, 17 derrotas e duas lutas ‘sem resultado’.

Podcast #74: O Adeus trágico a Leandro Lo +Derrotas brasileiras no UFC Vegas 59