Dana White nega acusações e garante que ofereceu lutas a Nate Diaz; lutador rebate

Em coletiva de imprensa após o UFC Long Island, o presidente do Ultimate rebateu os recentes comentários de Diaz, que afirmou ser 'refém' do UFC

N. Diaz (dir.) não se apresenta desde novembro de 2019, quando perdeu para J. Masvidal. Foto: Reprodução/Instagram

A entrevista concedida por Nate Diaz ao podcast “MMA Hour”, do site norte-americano “MMA Fighting”, repercutiu bastante na última semana. Na ocasião, o popular lutador afirmou “estar sendo feito refém” do UFC para não realizar a última luta de seu contrato com a organização. Em entrevista coletiva realizada após o UFC Long Island, no último sábado (16), Dana White teve a chance de responder sobre o assunto.

PUBLICIDADE:

Veja Também

O presidente do Ultimate minimizou as acusações de Nate Diaz e garantiu que não seria possível tornar um lutador refém da organização.

“Quando Nate Diaz não está falando algo maluco? Eu já disse isso um milhão de vezes e vou falar novamente: não podemos fazer os caras de refém. Não é possível. Eu devo a você três lutas por ano. Se você não lutar três vezes por ano, eu tenho que te pagar. Como eu poderia mantê-lo refém?”, questionou Dana.

PUBLICIDADE:

Na entrevista concedida na última semana, Nate Diaz afirmou que pediu por lutas contra quatro ou cinco oponentes diferentes e chegou a concordar com uma oferta para enfrentar Khamzat Chimaev, mas nada aconteceu. Dana White, no entanto, garante que planeja conseguir um oponente para o norte-americano assim que possível.

“Quais você pensa que são meus planos? Vamos arrumar uma luta para ele. Vamos ver o que acontece. Tenho que dá-lo três lutas por ano. Eu ofereço lutas, ele as aceita ou as recusa. Obviamente, não vou pagá-lo já que ofereci as lutas”, disse o presidente.

Logo após a entrevista de Dana White, Nate Diaz foi às redes sociais, debochou do discurso do presidente do UFC e novamente pediu para ser liberado da organização.

PUBLICIDADE:

“Dana disse que Francis Ngannou estava machucado e não poderia lutar agora. Não sei por que ele estava tão confuso na entrevista. Nos últimos nove meses me ofereceram zero lutas e eu pedi por cinco oponentes legítimos. Obrigado pelas gentis palavras. Posso ir agora?”, escreveu Diaz.

Podcast #74: O Adeus trágico a Leandro Lo +Derrotas brasileiras no UFC Vegas 59



Resultados do UFC San Diego Resultados da PFL 8 2022 Principais destaques do UFC San Diego Principais destaques da PFL 8 2022 Ranking dos meio-pesados do UFC