Leon Edwards critica UFC por duelo entre Chimaev e Diaz e declara torcida pelo norte-americano

Britânico acredita que o UFC deveria dar uma luta mais 'acessível' para a provável despedida de Nate Diaz

L. Edwards e N. Diaz se enfrentaram no UFC 263 (Foto: Reprodução/Youtube)

A confirmação do duelo entre Khamzat Chimaev e Nate Diaz como atração principal do UFC 279 dividiu opiniões no mundo do MMA. Enquanto alguns confiam no potencial de entretenimento do combate, muitos enxergam um claro desequilíbrio a favor do checheno naturalizado sueco. Próximo desafiante ao título dos meio-médios (até 77 kg), Leon Edwards está no segundo time.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Durante entrevista concedida nos bastidores do UFC Londres, no último sábado (23), Leon Edwards criticou a escolha de Chimaev como oponente para a provável despedida de Nate Diaz do Ultimate, mas declarou torcida pelo norte-americano.

“Se eu tivesse que botar dinheiro na luta, eu provavelmente iria de Khamzat (Chimaev), mas eu amaria que Nate (Diaz) fizesse o serviço. Ele fez tanto pela organização e eu gostaria que tivessem dado a ele um veterano, uma luta legal para ser reverenciado. Dar a ele um cara que está na crescente, com quatro ou cinco lutas no UFC, um wrestler, acho que eles f****** tudo. Eles deveriam ter dado a ele uma luta melhor. Eu amaria que Nate vencesse, mas, como disse, se eu fosse um cara de apostas, eu provavelmente apostaria em Khamzat”, disse Edwards.

PUBLICIDADE:

Leon Edwards e Nate Diaz dividiram o octógono por cinco rounds no UFC 263, em junho de 2021. Vencedor na decisão unânime dos juízes, o britânico se declarou fã e desejou ao norte-americano que consiga alcançar seus objetivos longe do Ultimate.

“Você não pode não gostar de Nate. Ele é quem ele é. Eu assistia esse cara quando eu tinha 16 ou 17 anos e estava começando no MMA. Desejo tudo de melhor na carreira e que ele consiga fazer o que quiser em seguida. Lutar boxe com Jake Paul ou seja lá o que ele queira fazer”, finalizou.

Podcast #73: MAIOR DE TODAS? Amanda Nunes volta a reinar no UFC