Treinador de Julianna Peña expõe brechas para que aluna repita feito e supere Amanda Nunes no UFC 277

Luiz Claudio, o ‘Preto’, mostra confiança pela manutenção do cinturão da venezuelana em revanche histórica neste sábado

Responsável por afiar o jiu-jitsu de Julianna Peña, Luiz Claudio, o ‘Preto’ mostra confiança na aluna para a manutenção do cinturão dos galos (até 61,2kg.) na revanche da atleta contra Amanda Nunes no UFC 277. E entrevista exclusiva ao SUPER LUTAS, o treinador explicou por que acredita que a venezuelana repetirá o feito histórico de 2019 e voltará a superar a lenda do MMA neste sábado (30).

PUBLICIDADE:

No fim de semana, Nunes retorna ao octógono cerca de sete meses após ser finalizada por Peña e perder o título dos galos, que estava em sua posse desde 2016. Nova campeã do grupo, Julianna busca provar que a conquista não passou de obra do acaso.

Veja Também

Nova campeã, novo cenário

No UFC 269, Peña surgiu como grande azarona nas casas de apostas, mas conseguiu chocar o mundo e protagonizar uma das maiores zebras na história da companhia. Agora, vestindo o cinturão, a venezuelana encara a brasileira em cenário diferente, de acordo com ‘Preto’.

PUBLICIDADE:

“A gente sabe o quanto a Amanda é perigosa no primeiro e segundo round. Acho que ela não vai mudar nada. Vai manter o que ela fez, porque, até certo ponto, deu certo. (…) Todo mundo tem um jogo, aquele plano e, daqui a pouco, começa a tomar pancadas na cabeça, e se perde. Deu tudo errado. Vi que a Amanda falou que tinha se machucado no camp (período de treinamento), e que agora não estava machucada. Julianna também se machucou, mas não falamos nada. (…) Do jeito que elas treinam, é difícil ficar sempre 100%”, afirmou Luiz.

Cautelas na luta

Depois de ver a aluna calando parte dos críticos no UFC 269, ‘Preto’ não tem dúvidas de que a campeã seguirá com o cinturão após a revanche de sábado. Desta forma, o treinador explica os cuidados da atleta para o embate.

“É difícil falar um plano. Se tiver apenas um plano, você está perdido. (…) Uma coisa notável foi que a Julianna melhorou muito na luta em pé. (…) O principal é não errar. (…) Todo mundo achava impossível, mas a Julianna conseguiu trocar com ela, não só trocar, mas absorveu bem as pancadas e conseguiu devolver. Na hora que conseguiu abraçar, levou para o chão. (…) Outro plano é não se cansar. Todo plano funciona com gás. (…) Tenho certeza de que Amanda virá mais preparada, no cardio também”, contou.

PUBLICIDADE:

Evolução de Peña

Para Claudio, é evidente a evolução de sua aluna até chegar ao estrelato nos galos através do UFC 269. O treinador, assim, narra o que vê de melhora na parte técnica e psicológica da campeã para que o reinado seja mantido neste sábado.

“A Julianna melhorou muito tecnicamente. Obviamente, quando você vai lutar com o campeão, quem está lutando não tem medo da pessoa, mas o medo de errar. Nessa luta, a Julianna cresceu muito mentalmente. Treinamos a mesma coisa, duro. Ela fez tudo o que tem que fazer. (…) Ela sabe que pode ganhar. A parte mental dela vai fazê-la manter o título”, encerrou.

PUBLICIDADE:

Histórico das atletas

Neste fim de semana, Peña se encaminha para sua primeira defesa de título. Aos 32 anos, a venezuelana atinge a marca de 16 apresentações na carreira como profissional no MMA, somando 11 triunfos e quatro reveses.

Considerada por muitos como a melhor lutadora de todos os tempos, Nunes tentará apagar a derrota sofrida no fim da temporada passada. A revanche com Julianna será o 27º compromisso da baiana na modalidade. Hoje, a brasileira tem 21 vitórias e cinco derrotas.

Podcast #73: MAIOR DE TODAS? Amanda Nunes volta a reinar no UFC