Treinador de Julianna Peña nega ‘susto’ e justifica atraso em pesagem no UFC 277

Campeã das galos, norte-americana foi a última a se pesar, mas passou com 61kg.; ela enfrenta Amanda Nunes na luta principal da noite

J. Peña com cinturão antes do UFC 277. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Quem acompanhou a pesagem do UFC 277, realizada na tarde desta sexta-feira (30), pôde presenciar um momento de suspense envolvendo a campeã Julianna Peña. Estrela da noite, a norte-americana foi a última atleta a se pesar e entrou nas aferições no minuto final do limite estabelecido. Ela, no entanto, bateu 61kg. e confirmou a revanche diante de Amanda Nunes pelo cinturão das galos (até 61,2kg.).

PUBLICIDADE:

Porém, engana-se quem pensa que o atraso ocorreu por um corte severo no corte de peso para o show. Questionado sobre o assunto, o treinador de Peña, Rick Little, justificou que não houve qualquer problema com a atleta, que chegou a dormir por um período maior durante a manhã, em Dallas (EUA), já que havia conseguido cumprir com o primeiro objetivo. A informação foi divulgada pelo jornalista Brett Okamoto, da ‘ESPN’.

Veja Também

Com semblante tranquilo, Julianna parecia não ter dúvidas sobre seu peso para o duelo. A norte-americana não deixou de sorrir, sobretudo após aferir 61kg. Ela, apesar de demorar para aparecer nas aferições, chega 200g. mais leve que Amanda Nunes, que cravou 61,2kg. para a disputa.

PUBLICIDADE:

Peña teve início irregular no octógono do Ultimate, mas chocou o mundo ao finalizar a brasileira Amanda Nunes, que estava imbatível desde 2014, e conquistar o cinturão das galos no UFC 269, em dezembro. A atual campeã possui um cartel de 11 triunfos e quatro derrotas no MMA profissional.

Podcast #74: O Adeus trágico a Leandro Lo +Derrotas brasileiras no UFC Vegas 59



Resultados do UFC San Diego Resultados da PFL 8 2022 Principais destaques do UFC San Diego Principais destaques da PFL 8 2022 Ranking dos meio-pesados do UFC