Rashad Evans admite estranheza por luta contra amigo Sonnen

‘Quando estamos próximos de uma luta, sempre há alguma tensão com o oponente. Mas é difícil sentir isso com Chael’, comenta

Rashad Evans. Foto: Josh Hedges/UFC

Rashad Evans. Foto: Josh Hedges/UFC

Rashad Evans admite que sua mentalidade para a luta contra Chael Sonnen, no UFC 167, neste sábado, é diferente em relação às suas lutas anteriores no evento. Os lutadores meio-pesados são amigos próximos e dividem a bancada do programa UFC Tonight, do canal americano Fox Sports. Justamente pela proximidade entre os dois, Evans reconheceu que a situação não é a mesma de seus combates passados.

“Quando estamos próximos de uma luta, sempre há alguma tensão com o oponente. Mesmo quando você não tem problemas com a pessoa, às vezes isso é necessário. Mas é difícil sentir isso com Chael. Eu só quero chegar lá e fazer uma boa luta”, contou o ex-campeão da categoria.

No entanto, Evans concorda que a situação é facilitada pelo fato de ele e Sonnen não serem companheiros de treino. “É uma história diferente, já que nós não temos uma história juntos em treinamentos. Quando há uma história, é dez vezes mais difícil”, opinou.

Sonnen, por sua vez, detalhou o episódio de quando lhe foi oferecida a luta contra Evans. “Dana [White, presidente do UFC] me mandou uma mensagem dizendo que tinha uma luta para mim, e eu respondi que, desde que fosse nos meio-pesados e que não fosse contra Rashad, eu estava dentro. Mas ele me respondeu e disse que era Rashad”, disse.

“Eu estava na bancada com Rashad, durante o intervalo do programa, e mostrei meu celular para ele. Por todo o resto programa, eu sentia que Rashad me analisava dos pés à cabeça”, acrescentou.

Sonnen, porém, afirmou que não lhe passou pela cabeça negar a luta. “Rashad e eu somos líderes, somos referências. Não seremos nós que mandaremos uma mensagem dizendo que não tem problema escolher suas lutas. Nós estamos aqui para competir, e todos precisam competir com todos”, encerrou.

O combate entre Chael Sonnen e Rashad Evans será o co-evento principal do UFC 167, que terá como destaque a disputa pelo cinturão dos meio-médios entre Georges St. Pierre e o desafiante Johny Hendricks.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments